Publicidade

08 de Maio de 2014 - 07:00

Por Tribuna

Compartilhar
 
Principal motivo apontado é a queda das temperaturas
Principal motivo apontado é a queda das temperaturas

Os juiz-foranos devem se preparar para aumento no preço de hortifrutigranjeiros nos próximos meses. Conforme informações da Centrais de Abastecimento de Minas Gerais (CeasaMinas), houve redução estimada em 30% na oferta dos alimentos esta semana. O principal motivo é a queda das temperaturas, que impactou produtos mais suscetíveis a variações climáticas. Só no intervalo de cinco dias (1º a 5 de maio), o tomate subiu 60%. O valor da caixa de 22 quilos passou de R$ 50 para R$ 80 na cidade.

"A entrada de mercadoria foi muito baixa, enquanto a demanda continua inalterada", avalia o gerente da Unidade Juiz de Fora, Reinaldo Machado Freitas. Na lista dos itens com maior alta também está o pimentão verde, que subiu 33,3%, de R$ 15 para R$ 20 a caixa com dez quilos. Outros três alimentos apresentaram majoração de 25% no período: quiabo, abacate e jiló.

Conforme Freitas, o tomate, considerado carro-chefe do abastecimento regional, foi afetado pela queda de temperatura nas últimas semanas, impactando a colheita e a oferta no mercado. Já produtos como batata e cebola, vindos de outras regiões, como Carandaí, no Campo das Vertentes, e cidades do Sul de Minas, sofreram com a estiagem severa.

Segundo o gerente local, embora a redução da oferta desta semana seja considerada pontual, a tendência, para os próximos meses, é de queda na disponibilidade de produtos, como o devido acréscimo de preços, caso a demanda continue inalterada. "Por uns dois meses vamos continuar com essas dificuldades."

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o subsídio do Governo vai alavancar a aviação regional?