Publicidade

06 de Janeiro de 2014 - 19:54

Consumidores não encontraram produto nas lojas do Centro. Climatizador e ar-condicionado também estão em falta.

Por Gracielli Nocelli

Compartilhar
 
Única peça que sobrou em loja estava com defeito
Única peça que sobrou em loja estava com defeito

Os juiz-foranos que foram às lojas do Centro nesta segunda-feira (6) para comprar ventiladores voltaram para a casa de mãos vazias. O intenso calor dos últimos dias, que fez a cidade registrar temperaturas acima de 30 graus Celsius, levou os consumidores a uma corrida em busca por produtos de refrigeração para uso doméstico, esgotando os estoques do comércio. Nos estabelecimentos não há mais ventiladores e climatizadores disponíveis para a venda. Em alguns locais, as unidades que irão chegar nos próximos dias já estão vendidas. Até mesmo o ar-condicionado, que tem um preço bem mais elevado - entre R$ 799 e R$ 1.199-, está em falta em algumas lojas.

Na loja Ricardo Eletro, o gerente Anderson Pinto diz que a demanda de clientes se intensificou entre sexta-feira, 3 de janeiro, e sábado, 4. "O ventilador é o item mais vendido por ter um preço mais em conta. Recebemos cerca de 250 unidades na sexta, que acabaram no dia seguinte." Segundo ele, diante da falta de ventiladores, os consumidores passaram a optar pela compra de climatizador, produto que também já foi esgotado, e ar-condicionado, que até esta segunda restavam poucas unidades para venda. Anderson afirma que os estoques serão renovados esta semana, e a expectativa é que a procura pelos artigos continue grande. "As vendas aumentam muito nesta época do ano e devem seguir assim enquanto estiver calor."

Apesar de estar acostumado com a intensa procura dos consumidores por ventiladores e afins no verão, o vendedor da Eletrosom Sebastião Borges Filho garante que este ano a situação está "além do normal". Ele conta que desde a semana passada os produtos estão esgotados na loja. "Só temos o ar-condicionado porque o preço é superior aos demais. Assim mesmo, vendemos muitos desde a última sexta." De acordo com ele, as vendas estão bem maiores em comparação com o mesmo período de 2013. "No ano passado, também tivemos um momento em que houve falta no estoque, mas este ano a procura está mais intensa. Os produtos que irão chegar esta semana já estão vendidos."

A falta de ventiladores, climatizadores e ar-condicionado também foi verificada nas lojas Casas Bahia e Ponto Frio. A assessoria de ambas as redes informou, em nota, que, "devido ao aumento expressivo de demanda nesta primeira semana de 2014, algumas lojas esgotaram seus estoques, e o reabastecimento já está sendo realizado, de acordo com a disponibilidade dos fornecedores".

 

Alternativas

Depois de percorrer as lojas do Centro em busca de um ventilador, a jornalista Aline Avellar, 37 anos, decidiu fazer a compra pela internet. Mas até mesmo na rede, o produto estava em falta. "Como não encontrei, decidi que compraria o climatizador, mas também não havia disponível nos sites." De mudança marcada para o Rio de Janeiro, Aline optou, então, pelo ar-condicionado portátil. "É um investimento bem mais caro, mas lá vai estar muito mais quente do que em Juiz de Fora. Sendo assim, o produto vira um artigo de primeira necessidade."

O casal de empresários Célio Ribeiro, 48 anos, e Aparecida de Fátima Costa, 53 anos, decidiu esperar mais alguns dias até o estoque do comércio juiz-forano ser reabastecido. "Fomos em todas as lojas e não achamos nenhum ventilador, o jeito vai ser aguardar os próximos dias", diz ele. "Se os ventiladores de casa não derem conta do calor, compraremos o ar-condicionado."

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?