Publicidade

23 de Abril de 2014 - 07:00

A uma semana do término do prazo, escritórios de contabilidade verificam aumento de 50% da demanda

Por Tribuna

Compartilhar
 
Escritório FL Rangel ampliou jornada de trabalho
Escritório FL Rangel ampliou jornada de trabalho

Faltando uma semana para o fim do prazo para declaração do Imposto de Renda (IR) 2014, cerca de 50 mil juiz-foranos ainda não entregaram o documento, conforme dados da Receita Federal. Segundo o órgão, até a meia-noite da última segunda-feira, 21 de abril, 43.415 contribuintes haviam emitido a declaração, o que corresponde a 46,6% do total de 93 mil esperado para este ano. Os contribuintes têm até o dia 30 deste mês para acertarem as contas com o Fisco e, assim, evitarem o pagamento de multa mínima de R$ 165,74 e a suspensão do Cadastro de Pessoas Físicas (CPF). Nesta reta final, escritórios de contabilidade da cidade registram alta de mais de 50% da demanda de clientes para a realização do procedimento.

No escritório FL Rangel Assessoria Contábil, a movimentação tem sido intensa nos últimos dias. " A Receita abriu o prazo no dia 6 de março, mas a procura cresceu muito neste momento final, mais de 50% do que o período normal", explica a gestora de Recursos Humanos (RH) e uma das responsáveis pelo procedimento no estabelecimento, Rute Ester de Assis Peres. Para atender os mais de 120 clientes, ela conta que os funcionários têm ampliado a jornada de trabalho. "Estamos fazendo um esforço maior neste período."

O mesmo acontece no escritório Schneider Contabilidade, de acordo com a contabilista e proprietária Andréa Schneider. "Todo ano as pessoas deixam para última hora. O que acaba trazendo desvantagens, pois na pressa pode ocorrer o esquecimento de algum documento, por exemplo. Sem contar que é um prazo menor para o contribuinte se planejar para o pagamento."

Apesar de mais da metade dos contribuintes juiz-foranos ainda não terem feito a declaração, a delegada adjunta da Receita Federal, Sônia Cristina de Oliveira, diz que os números estão dentro do esperado. "O quantitativo é maior neste período final. Virou hábito do brasileiro deixar para a última hora." Os registros nacionais comprovam a situação. De acordo com dados da Receita, do total de 27 milhões de brasileiros que devem realizar a declaração este ano, apenas 13,1 milhões tinham enviado o documento (48,5%) até esta terça-feira (22).

 

Como declarar

Para declarar o Imposto de Renda, o contribuinte deve acessar o site da Receita Federal (www.receita.fazenda.gov.br) fazer download do programa para o preenchimento do documento ou baixar o aplicativo para tablets e smartphones. A declaração é obrigatória para pessoas físicas que receberam rendimentos tributáveis superiores a R$ 25.661,70 em 2013. Segundo a Receita Federal, também deverão apresentar o documento os contribuintes que receberam rendimentos isentos, não-tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, que a soma tenha sido superior a R$ 40 mil, quem obteve, em qualquer mês do ano passado, ganho de capital na alienação de bens/direitos ou realizou operações em bolsas de valores e similares, proprietários de bens com valor superior a R$ 300 mil e quem atingiu receita bruta em valor superior a R$ 128.308,50 oriunda de atividade rural.

 

Operação

Na última quinta-feira, a Receita Federal em Minas Gerais, o Ministério Público Federal e a Polícia Federal deflagraram operação "Não te pertence", em Leopoldina, para apreensão de equipamentos de escritórios de contabilidade e pessoas físicas por meio dos quais teriam sido transmitidas informações com suspeita de fraude, na tentativa de burlar o sistema da declaração do imposto de renda. A Receita não informou o número de equipamentos recolhidos, mas a estimativa é que os prejuízos podem chegar a R$ 11,2 milhões com recibos falsos e deduções ilegais.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a retirada das pinturas de Lucio Rodrigues dos pontos de ônibus?