Publicidade

22 de Maio de 2014 - 06:00

Por Tribuna

Compartilhar
 

Juiz de Fora registrou saldo negativo na geração de empregos em abril. O número de demissões foi superior ao de admissões no período, totalizando a redução de 87 postos de trabalho na cidade, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) divulgados ontem. Desta forma, o município fechou o primeiro quadrimestre de 2014 com saldo de empregos negativo em 186 oportunidades, resultado bem diferente do alcançado no mesmo período do ano passado, quando foram criadas 1.744 vagas.

Na comparação com o mês anterior, o resultado também foi de queda. Em março, Juiz de Fora criou 139 empregos com carteira assinada. O desempenho verificado em abril foi pressionado, sobretudo, pelos setores de serviços e construção civil, que tiveram saldos negativos em 120 e cem vagas, respectivamente. Depois de um trimestre amargando maior número de demissões, o comércio conseguiu fôlego e criou 101 novos postos de trabalho. A indústria também teve resultado positivo em 37 oportunidades.

No país

O Brasil criou 105.384 empregos com carteira assinada em abril. O número é 46,48% menor do que o registrado no mesmo período de 2013, quando foram criadas 196.913 vagas. Com o resultado, o país teve o pior mês de abril desde 1999. Na comparação com março deste ano, houve crescimento de 0,26%.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o subsídio do Governo vai alavancar a aviação regional?