Publicidade

18 de Junho de 2014 - 06:00

Por Tribuna

Compartilhar
 

Em prosseguimento às reuniões realizadas pela Comissão Especial de Telefonia, Comunicação e Internet Móvel da Câmara Municipal, os vereadores Noraldino Junior (PSC), João do Joaninho (DEM), Chico Evangelista (PROS) e Vagner de Oliveira (PR) conversaram, na segunda-feira, com o gerente de filial da Claro, Bruno Toledo Freire de Andrade.

Na ocasião, foi informado que a operadora tem a intenção de investir entre R$ 4,5 milhões e R$ 5 milhões em Juiz de Fora este ano. Haveria, no entanto, a necessidade de obter certidão negativa junto ao município. O gerente informou que o débito relativo ao Procon teria sido depositado em juízo, e o montante referente às taxas de licenciamento das Estações Rádio Base (ERBs ou antenas) encontra-se suspenso por liminar. Não foram divulgadas cifras. Procurada, a Claro, por meio de sua assessoria, confirmou as informações.

Agora, os vereadores pretendem acompanhar o representante da empresa em reunião com a Procuradoria Geral do Município, a ser realizada na próxima semana. "O nosso objetivo é agilizar esse entendimento, para que haja efetivamente investimentos na ampliação de cobertura dos sinais na cidade e esta ação seja refletida na melhoria da qualidade dos serviços para a população", comentou o presidente da Comissão, Noraldino Junior. A reunião contou com a participação dos secretários municipais de Meio Ambiente, Luís Cláudio, e de Desenvolvimento Econômico, André Zuchi.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que alertas em cardápios e panfletos de festas sobre os riscos de dirigir sob efeito de álcool contribuem para reduzir o consumo de bebidas por motoristas?