Publicidade

22 de Fevereiro de 2014 - 06:00

Por Tribuna

Compartilhar
 

Brasília (ABr) - A elevação do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) incidente nos saques e pagamentos diretos feitos no exterior reduziu o gasto de turistas brasileiros. Segundo números divulgados ontem pelo Banco Central, as despesas em viagens internacionais somaram US$ 2,120 bilhões no mês passado. O valor é 7,8% menor que os US$ 2,299 bilhões desembolsados pelos turistas brasileiros em dezembro.

A retração dos gastos de brasileiros no exterior em janeiro ocorre depois de essas despesas terem registrado recorde histórico em 2013, mesmo com a disparada do dólar. No ano passado, os desembolsos de turistas brasileiros em outros países somaram US$ 25,342 bilhões, alta de 14% na comparação com os US$ 22,23 bilhões gastos em 2012.

O IOF sobre os pagamentos em moedas estrangeira com cartão de débito, carregamento de cartões pré-pagos, compras de cheques de viagem e saques em moeda estrangeira no exterior passou de 0,38% para 6,38%. Essas transações passaram a ter o mesmo tratamento das compras com cartões de crédito internacionais, que pagam alíquota de 6,38% desde 2011.

Descontando os gastos de turistas estrangeiros no Brasil, que somaram US$ 643 milhões no mês passado, a conta de viagens internacionais fechou janeiro com déficit de US$ 1,478 bilhão.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você participa das celebrações da Semana Santa?