Publicidade

26 de Junho de 2014 - 06:00

Por Tribuna

Compartilhar
 

São Paulo (ABr) - Pelo menos 2,26 milhões de pessoas que vivem em seis regiões metropolitanas estavam desempregadas em maio, segundo a Pesquisa de Emprego e Desemprego divulgada ontem pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados e pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos.

A pesquisa, feita em Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, no Recife, em Salvador e São Paulo, informa que a taxa média de desemprego passou de 11,1% em abril para 10,9% em maio. O total de pessoas ocupadas foi estimado em 18,55 milhões de pessoas e a População Economicamente Ativa em 20,82 milhões.

Segundo a pesquisa, o nível de ocupação aumentou no Recife (1,4%) e em Belo Horizonte (0,9%), mas recuou em Porto Alegre (-1,8%) e Fortaleza (-0,5%). As variações em Salvador (-0,3%) e em São Paulo (-0,2%) foram consideradas estáveis. Entre os setores de atividade econômica analisados, o nível de ocupação aumentou em serviços (0,7%, com a criação de 74 mil postos de trabalho) e na construção (2,5%, com aumento de 37 mil postos de trabalho).

Houve retração nas áreas de comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas (-2,5% ou eliminação de 89 mil postos de trabalho), e na indústria de transformação (-1,7% com 48 mil postos de trabalho a menos).

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Governo federal deve refinanciar as dívidas dos clubes de futebol?