Publicidade

07 de Novembro de 2012 - 17:15

Trecho da rodovia entre Juiz de Fora-Brasília deverá ser duplicado até o quinto ano de outorga; valor do pedágio foi definido em R$ 4,22, podendo ser reajustado

Por Tribuna

Compartilhar
 

*Atualizada às 21h15

Após a privatização dos 936,8 quilômetros da BR-040, no trecho entre Juiz de Fora (MG) e Brasília (DF) , as 11 praças que receberão pedágio, instalados a cada 78 quilômetros do percurso, cobrarão R$ 4,22  para automóveis, valor 12,8% maior do que o previsto anteriormente pelo Ministério dos Transportes, de R$ 3,74. Já para os de carga, a tarifa pode ser multiplicada por até nove, o equivalente ao máximo de eixos. Assim, o valor pode alcançar até R$ 370,26. O valor foi estipulado no plano de outorga para concessão da rodovia, divulgado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

A tarifa de pedágio será cobrada a partir do 19º mês de contrato com a empresa vencedora da licitação. O edital com as regras será divulgado no próximo dia 20.  O leilão para determinar a firma que irá explorar concessão está previsto para 20 de janeiro de 2013. Segundo o plano de outorga, a rodovia deverá estar duplicada até o quinto ano da concessão, que terá duração de 25 anos.

A previsão de investimentos na recuperação, conservação, manutenção, operação, implantação de melhorias e ampliação de capacidade da estrada é de R$ 6,6 bilhões durante o período da concessão, além de R$ 2,3 bilhões em custeio. O estudo, feito com base em estudos técnicos e econômicos, foi realizado pela ANTT, órgão responsável pela administração da rodovia.
 

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o resultado do PIB nos dois últimos trimestres vai interferir no resultado das eleições?