Publicidade

30 de Maio de 2014 - 06:00

Por Tribuna

Compartilhar
 

São Paulo (ABr) - O Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) apresentou recuo de 0,13% em maio ante uma alta de 0,78% em abril. Desde janeiro, a variação acumula alta de 3,22% e, em 12 meses, o índice atingiu 7,84%. Esta última taxa é que serve de base para correção entre outros do valor de renovação em contratos de aluguel.

O cálculo feito pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas mostra que esse resultado foi influenciado, principalmente, pela queda de preços no setor atacadista. Um dos três componentes do IGP-M, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) teve oscilação negativa de 0,65% ante uma alta de 0,79% .

Entre os itens que contribuíram estão as commodities (produtos com cotação no mercado internacional): os bovinos (de 4,22% em abril para -0,15% em março); o minério de ferro (de -3,20% para -6,10%); e o milho (de 2,64% para -2,49%). Ao mesmo tempo houve recuperação nos preços da laranja (-15,82% para -7,99%), da soja (-1,66% para 0,10%) e café (de -1,71% para 4,59%).

O impacto dessa evolução sobre o IGP-M foi minimizado pelos subgrupos do IPA como o referente aos bens finais em que houve diminuição dos preços dos alimentos in natura (-3,08%).

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a retirada das pinturas de Lucio Rodrigues dos pontos de ônibus?