Publicidade

10 de Maio de 2014 - 07:00

Settra estuda a possibilidade de incluir no sistema, de uma só vez, demais linhas de ônibus urbano de JF

Por Fabíola Costa

Compartilhar
 

A integração temporal e tarifária do transporte coletivo urbano em Juiz de Fora, conhecida popularmente como bilhete único, pode ser implementada nas demais linhas de ônibus compatíveis com o sistema de uma só vez, entre outubro e novembro deste ano. A possibilidade, cogitada pelo secretário de Transportes e Trânsito, Rodrigo Tortoriello, foi divulgada nesta sexta-feira (9) à Tribuna.

Na próxima semana, o projeto piloto completa um mês de funcionamento. Hoje o usuário pode pagar, com o uso de cartão eletrônico específico, a tarifa de R$ 3,07 para utilizar dois coletivos, desde que as viagens sejam para regiões diferentes da cidade e aconteçam no intervalo de uma hora e trinta minutos. O valor representa economia de 25% ante os R$ 4,10 que seriam pagos por duas passagens de ônibus sem a implantação do projeto. O bilhete único está em uso apenas nas linhas Rodoviária (640), Universidade (555), Circular Benfica - Senai via BR 040 (754) e Distrito Industrial - Circular Benfica (756).

Conforme a Settra, o sistema começou a operar com 141 cadastrados. Até esta sexta eram 198, com 113 cartões entregues. "Não é uma quantidade gigantesca, mas o número pode aumentar", aposta Tortoriello. Para se ter uma ideia da demanda nestas quatro linhas, só em março houve mais de 40 mil acessos, segundo registro da própria secretaria. "Queríamos trabalhar com número reduzido, em ambiente controlado, porque, se houvesse problema, poderíamos resolver de maneira mais pontual." Agora, no entanto, a secretaria já pretende reforçar a divulgação, inclusive com panfletagem nos ônibus, em busca de adeptos.

Segundo o secretário, a maioria dos usuários é mulher, com idade entre 16 e 25 anos e ensino médio completo, que utiliza o transporte coletivo, em média, quatro vezes por dia. Ele comenta que a comunidade acadêmica demonstrou maior interesse na adesão. A avaliação é positiva. "Estamos conseguindo fazer o sistema funcionar sem nenhum tipo de surpresa, dentro do esperado."

Conforme Tortoriello, a extensão do projeto não seria possível hoje, já que ainda não foi concluído o estudo nas 265 linhas de ônibus para identificar os trajetos integrados. A expectativa é que a "parte operacional" seja concluída em até dois meses. A partir dai, explica, começam os trabalhos institucionais, como a preparação do lançamento do bilhete único, com campanha de comunicação maciça visando a atingir todos os usuários do sistema.

 

Experiência

Juiz de Fora chegou a ter um Sistema Integrado de Transporte Troncalizado (SITT) implementado em 2005. O modelo, que consumiu R$ 47 milhões em investimento e foi operado de forma parcial - com ônibus articulados e um único terminal de transbordo -, foi extinto no ano seguinte. A alegação do então prefeito Alberto Bejani foi insatisfação dos usuários, especialmente os moradores da Zona Norte.

Conforme Tortoriello, muito provavelmente, não haverá a disponibilização de ônibus articulados este ano, nem a criação de terminais de transbordo. No primeiro caso, a implementação é considerada uma consequência, ditada pela demanda transportada. Segundo o secretário, às vésperas de iniciar o processo licitatório do sistema - previsto para o primeiro semestre de 2015 - seria um "contrassenso" exigir a oferta dos articulados, cujo valor de cada coletivo pode passar de R$ 1 milhão. O custo estimado de um ônibus convencional varia entre R$ 300 e R$ 400 mil. "Vai mudar o sistema, e vamos pedir alterações de qualidade no edital."

Já o terminal, explica, depende de identificação de necessidade pelo estudo de reestruturação em curso. Sobre a possível alteração do tempo máximo para integração e do valor cobrado, o secretário afirmou que ambos estão em avaliação constante e podem ser revistos, mesmo não o sendo nesse momento.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você aprovou a seleção convocada por Dunga?