Publicidade

15 de Maio de 2014 - 06:00

Por Tribuna

Compartilhar
 

Brasília (AE) - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou ontem que a gasolina tem tido aumento todo ano no Brasil. "Não é verdade que as tarifas são represadas", afirmou em audiência pública na Câmara dos Deputados ao ser questionado sobre a entrevista concedida pelo ministro da Casa Civil, Aloisio Mercadante, ao jornal "Folha de S. Paulo", na qual afirma que o Governo tem segurado os preços para não pressionar a inflação.

Mantega afirmou que a gasolina tem tido, em média, dois reajustes por ano e normalmente acima da inflação. Segundo ele, no reajuste dos preços da gasolina em abril de 2013 houve um alinhamento com os valores internacionais. No entanto, a decisão do Federal Reserve no mês seguinte de reduzir a política de estímulos monetários causou uma nova turbulência, com reflexo na taxa de câmbio, desalinhando os preços.

Segundo ele, o realinhamento dos preços domésticos com o internacional está sendo buscado. Mantega, no entanto, disse que não anuncia reajuste no preço da gasolina porque mexe com o mercado. Ele também afirmou que os preços administrados têm sido reajustados, como de remédios e tarifas para o prêmio lotérico. "O preço de energia subiu. Foi feito o reajuste. Onde está o represamento dos preços?".

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você está evitando contrair dívidas maiores em função da situação econômica do país?