Publicidade

20 de Janeiro de 2014 - 21:21

Por Tribuna

Compartilhar
 

Moradores da Zona Norte, do Bairro Previdenciário, na região Sul, e do Granjas Bethânia, região nordeste, denunciaram nesta segunda-feira (20) à Tribuna a demora da Cemig em restabelecer a energia elétrica no fim de semana. Segundo informações dos consumidores atingidos, os problemas começaram no fim da tarde da última sexta-feira, após a forte chuva que atingiu a cidade, e a luz só voltou no sábado.

O design gráfico Asclê Pereira de Oliveira, residente no Granjas Bethânia, disse que ligou várias vezes para a central da Cemig, mas nenhuma informação correta foi repassada. "É um absurdo. O call center da empresa é em Belo Horizonte, e os atendentes nem sabe onde ficam os bairros aqui. Informam que a equipe está no local, quando não está."

A assessoria de imprensa da Cemig afirmou que a companhia ainda não possui um balanço de quantos clientes ficaram sem fornecimento de energia, apesar de o número ter sido alto, principalmente na Zona Norte. A razão, conforme a empresa, seriam danos causados na rede de transmissão. Ventos com velocidade acima dos 70 km/h lançaram telhas, galhos de árvores, bambus e até mesmo a cobertura do ginásio poliesportivo do Colégio Militar, em frente ao Acesso Norte, em fios, postes e cabos. Ainda segundo a assessoria, todos os clientes com problemas de fornecimento tiveram a situação normalizada até o fim da tarde de sábado.

Sobre a demora no atendimento do call center, a empresa esclareceu que "o sistema é inteligente, ou seja, se, por exemplo, um vizinho faz uma ligação num período de tempo muito próximo ao seu, a resposta será automática, uma vez que a informação sobre a ausência de luz naquela região já foi registrada".

Cesama

A crise de fornecimento de energia afetou até mesmo o abastecimento de água. Segundo a Cesama, entre o início da noite de sexta-feira e a tarde de sábado, o sistema de captação da Represa Doutor João Penido - responsável por 50% do abastecimento da cidade - e a Estação de Tratamento de Água (ETA) Torreões ficaram sem energia elétrica, o que prejudicou a produção e a distribuição de água. De acordo com a assessoria de imprensa da Cesama, com o abastecimento de energia normalizado, o sistema de distribuição de água foi restabelecido, e a situação foi regularizada no domingo, restando apenas alguns problemas pontuais.

A Cemig esclarece que, em caso de falta de energia, o cliente deve ligar para o número 116, usar canais da empresa nas redes sociais ou enviar uma mensagem de texto para o número 29810, neste caso, o consumidor deve digitar a palavra "luz" e o número do CPF ou CNPJ do titular da conta.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?