Publicidade

25 de Dezembro de 2013 - 07:00

Por Tribuna

Compartilhar
 

No total de 5.981 contribuintes de Juiz de Fora e região caíram na malha fina este ano. O número é 8% maior ante o total apurado em 2012 (5.531). A jurisdição local responde por 9,3% do volume de declarações retidas no estado este ano: 64.164. Em Minas, o aumento foi de 6,3% na comparação com o resultado do ano anterior (60.340). Os dados foram divulgados pela Superintendência Regional da Receita Federal do Brasil. As maiores incidências de retenção na malha ocorreram por omissão de rendimentos próprios ou de dependentes, problemas com dedução de despesas médicas, previdência privada e pensão alimentícia.

O contribuinte que não recebeu a restituição até 20 de dezembro - último dia para os depósitos - pode se inteirar sobre a situação da declaração no link www.receita.fazenda.gov.br/pessoafisica/irpf/2013. Ao acessar o extrato, é importante atenção à seção "pendências". Nela, pode-se saber se o documento está retido em malha fiscal ou se há outra pendência que possa ser regularizada.

Em caso de malha fiscal, o contribuinte, também pela internet, pode conhecer, em detalhes, o motivo da retenção e receber orientações sobre como proceder. Em caso de erro na declaração apresentada, a declaração retificadora equaciona o problema. Na falta de erro e de posse de todos os documentos comprobatórios, o contribuinte pode optar entre aguardar intimação ou agendar data e local para antecipar a análise da declaração. O agendamento para o exercício 2013 começa no primeiro dia útil de janeiro de 2014.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com o TJ, que definiu que táxi não pode ser repassado como herança?