Publicidade

19 de Junho de 2014 - 06:00

Por Tribuna

Compartilhar
 

Brasília (ABr) - O programa "Reintegra", que permite o ressarcimento de parte do valor exportado de produtos manufaturados, será retomado ainda este ano, anunciou ontem o ministro da Fazenda, Guido Mantega. Segundo ele, o programa passará a ser permanente, com o percentual de devolução a ser fixado a cada ano.

Neste ano, o Governo devolverá apenas 0,3% do valor exportado. O percentual poderá variar de 0,1% a 3% e será definido pelo Governo anualmente. O programa entrará em vigor nos próximos dias, assim que o governo editar uma medida provisória. Apenas neste ano, o Governo espera gastar de R$ 200 milhões a R$ 250 milhões com o "Reintegra".

A reabertura do "Reintegra" era uma das exigências do Fórum Nacional da Indústria, que engloba empresários de 36 setores que se reúnem com a presidenta Dilma Rousseff desde maio. No fim do mês passado, o grupo conseguiu convencer o Governo a tornar permanente a desoneração da folha de pagamentos para 55 setores da economia.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que os resultados do programa "Olho vivo" vão inibir crimes nos locais onde estão as câmeras?