Publicidade

02 de Maio de 2014 - 14:13

Por Tribuna

Compartilhar
 

Apesar de mais de 20 mil terem deixado a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF) para a última hora, a Receita Federal do Brasil (RFB) recebeu 94.503 documentos em Juiz de Fora. O número superou a estimativa, que era de 93 mil formulários na cidade. O balanço refere-se ao acumulado até 30 de abril, último dia do envio sem encargos. Desde esta sexta (2), o sistema de entrega já está disponível para recebimento das declarações em atraso. Agora, no entanto, o acerto com o Fisco requer o pagamento de multa que varia de R$ 165,74 a 20% do imposto devido.

Para quem perdeu o prazo, a RFB esclarece que o contribuinte que já havia baixado o aplicativo no computador não terá que instalar novamente o programa, que já está atualizado para cálculo da multa e para impressão da guia de pagamento. O envio de declarações atrasadas não poderá ser feito via dispositivos móveis, como tablets e smartphones, porque os aplicativos não permitem o preenchimento de declarações retificadoras nessa plataforma.

Sobre o pagamento das restituições, o prazo começará em junho e será feito em sete lotes mensais. No primeiro lote, a ser liberado no dia 16 daquele mês, terão prioridade idosos, pessoas com deficiência e portadores de doenças graves. O último lote sai em 15 de dezembro.

Correção

A correção em 4,5% da tabela do IRPF para 2015, anunciada pelo Governo na quarta-feira e oficializada hoje com a publicação de Medida Provisória no Diário Oficial da União, agrava uma defasagem que atualmente está em 61,42% ante a inflação oficial. A avaliação é do presidente do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco Nacional), Cláudio Damasceno. "Quando se corrige a tabela do IRPF abaixo da inflação oficial, todos os trabalhadores são prejudicados", criticou Damasceno. A inflação projetada para este ano varia entre 6,1% e 6,2% de acordo com o Banco Central. Pela nova tabela, que passa a valer a partir de 2015, quem receber até R$ 1.868,22 por mês estará isento.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você já presenciou manifestações de intolerância religiosa?