JF. terça-feira 27 jun 2017
OUÇA AGORA
Publicidade
21 de janeiro de 2017 - 18:13

Empate no último minuto

Tupi sofre gol no fim e empata jogo-treino com o Bangu em 1 a 1
Por Bruno Kaehler

Em duelo de Caça-Rato, pelo Tupi, e Loco Abreu, do Bangu, foram os atacantes Matheus Pato, do Alvinegro, e Peralta, do time carioca, que balançaram as redes do Estádio Municipal Radialista Mário Helênio na tarde deste sábado (21), durante jogo-treino finalizado em 1 a 1. A partida integrou a pré-temporada das equipes para as disputas dos respectivos campeonatos estaduais. A presença de público foi outro destaque do evento. Havia mais torcedores nas arquibancadas do que na média da Série B 2016, inferior a mil pessoas.

Leonardo Costa

 

O jogo

O Tupi foi escalado por Éder Bastos com Gideão; Yago, Elivélton, Edmário e Bruno Santos; Marcel, Juninho e Carlos Júnior; Thiago André, Matheus Pato e Flávio Caça-Rato. O árbitro deu início ao duelo marcado por maior posse de bola carijó em toda a primeira etapa.

Movimentado, o confronto teve quase todas as iniciativas ofensivas partindo da agremiação juiz-forana, sempre buscando a abertura das jogadas com velocidade e pelo chão durante as transições para o ataque. O Bangu ameaçava apenas em finalizações de média distância, e Loco Abreu pouco tocava na bola.

 

16196424_1219701371451142_1216330144_o

 

O primeiro gol carijó no Estádio Municipal em 2017 saiu aos 33 minutos e com participação direta de Caça-Rato. O atacante recebeu bola na meia-lua da grande área e cavou bola para Matheus Pato, em posição duvidosa, estufar as redes adversárias, abrindo o placar que permaneceria até o intervalo.

Mudanças e queda no desempenho

O Galo iniciou a etapa complementar com quatro trocas. O goleiro Paulo Henrique, os meias Sávio Moreira e Ruan Teles e o atacante Odilávio substituíram Gideão, Thiago André, Carlos Júnior e Caça-Rato. Até a metade do período, o Tupi já estava completamente alterado, com Paulo Henrique; Lucas, Kadu Fernandes, Fernando e Dieguinho; Emerson e Bonilha; Sávio, Jajá e Ruan Teles; Odilávio.

Apesar do fôlego renovado, o Alvinegro perdeu campo, não finalizava e quase sofreu tento em cabeçada de Lorran, ex-Carijó, aos 20 minutos. Logo em seguida, Loco Abreu foi substituído e aplaudido por parte dos torcedores do Bangu e Botafogo presentes no Estádio Municipal. Do outro lado das arquibancadas, o canto de “Vamos, vamos, Chape!” era entoado.

No último minuto

O duelo era morno, mas o crescimento do Bangu na segunda etapa foi premiado no lance derradeiro da partida. Dieguinho fez pênalti no adversário, Peralta bateu e igualou a contagem, sem tempo para novas movimentações das equipes

Publicidade


4 comentários

  1. HATRIM COSTA disse:

    TEMOS QUE ACREDITAR E TORCER PORÉM !
    A CIDADE MERECE E O CLUBE TAMBÉM, DE UM GRUPO DE PROFISSIONAIS QUE REALMENTE VISTA A CAMISA DO TUPI, COM TODO RESPEITO E DIGNIDADE. AGUARDEM A LEGALIZAÇÃO DOS JOGADORES, NADA JUSTIFICA SE HÁ JOGADOR VINDO DO EXTERIOR,ETC, A REGULARIZAÇÃO COMEÇOU NO INÍCIO DO MÊS. AGUARDEM . TODO JOGADORES QUE FORAM APRESENTADOS COM CERTEZA ,ENTREGARAM SUA DOCUMENTAÇÃO ,ETC, PARA REGULARIZAR É SOMENTE 3 DIAS. AGUARDEM !!!!!!!!!

  2. Jose Carlos disse:

    Posição duvidosa não. Impedidaço. Mas trio de arbitragem de Juiz de Fora, que não sabe apitar nem jogo de criança, não se pode esperar nada, ainda mais do canarinho (bandeirinha que não deu o impedimento). Sobre o Tupi, precisa de um camisa dez que realmente jogue. Sobre o jogo, é um absurdo não usarem nem o terceiro uniforme ou algum outro que tenha numeração.

  3. josé wagner ambrosio disse:

    Começou a tragédia. Empate no último minuto.

  4. Luiz Vieira disse:

    Não existiu duelo nenhum no M. Helênio…Esqueçam Flávio C.R., ele não joga mais nada – acabou (inclusive como marketing). Matheus Pato é um excelente atacante, titular absoluto, resta saber quem jogaria ao seu lado: o mais indicado seria Sávio (que volta para buscar o jogo) ou Faísca, mais agudo. O galo carece de um meia de ligação de boa qualidade. Zagueiro Elivélton é seguro e o goleiro Paulinho está em forma (Gideão não está cem por cento)… Time não convenceu e a estreia dia 29 preocupa..

*

Restam 500 digitos

 

Top