Na cidade que nunca dorme

Os Estados Unidos sempre tiveram importância no mercado automotivo global. Não à toa, o país abriga grandes motor shows, como Detroit, Los Angeles e Nova York. Nesta última, o salão acontece no Jacob Javits Center até o próximo dia 23. Até por ocorrer poucos meses depois do Salão de Detroit, o evento nova-iorquino não costuma […]

Por Michele Meireles

20/04/2017 às 07:00hs - Atualizada 19/04/2017 às 17:31hs

Os Estados Unidos sempre tiveram importância no mercado automotivo global. Não à toa, o país abriga grandes motor shows, como Detroit, Los Angeles e Nova York. Nesta última, o salão acontece no Jacob Javits Center até o próximo dia 23. Até por ocorrer poucos meses depois do Salão de Detroit, o evento nova-iorquino não costuma reservar grandes novidades no segmento. Mas é inegável que, nos últimos anos, vem ganhando cada vez mais importância. Confira os dez principais destaques.

Audi R8 Audi Sport
A edição especial tem produção restrita a 200 unidades e aposta na pintura em preto, prata e branco. Por dentro, a soleira das portas é iluminada, os bancos são em couro napa, e costuras em prata aparecem no volante, nas portas e no assento. Fibra de carbono aparece na moldura do virtual cockpit e nas saídas de ar. O acionamento do motor passa a ser por botão e há três modos extras de direção: seco, molhado e neve.

Chevrolet Corvette Carbon 65 Edition
A série comemora os 65 anos de existência do modelo com 650 unidades produzidas. Há spoiler traseiro e volante com acabamento em fibra de carbono, freios com pinças azuis, cabine com acabamento de camurça preta com costuras azuis e bancos de competição.

Ford Explorer Sport
A marca aproveitou o motor show em sua terra natal para incrementar o SUV Explorer resgatando sua configuração Sport. Há faróis e lanternas escurecidos e grade e rodas exclusivas. O tom preto também dá as caras nos retrovisores, maçanetas e na base da carroceria. O motor é o mesmo da variante de topo, a Platinum: um 3.5 V6 EcoBoost de 365 cv e 48,4 kgfm.

Honda Civic Type R
O motor é o mesmo VTEC turbo 2.0, mas produz 320 cv com torque máximo de 40,8 kgfm. A transmissão é manual, com seis velocidades, e a marca promete rigidez torcional 38% melhor que antes. A suspensão dianteira do tipo MacPherson foi revisada com nova geometria, e atrás um novo sistema independente multilink traz braços de suspensão de alta rigidez. Há modos de direção Conforto, Sport e +R, este último focado em pistas. Este será o primeiro Civic Type R vendido na América do Norte.

Hyundai Sonata
Trata-se apenas de uma reestilização, mas que aproximou o sedã médio-grande da atual assinatura visual da marca sul-coreana. A motorização não mudou – segue com o 2.4 aspirado de 185 cv e o 2.0 turbo de injeção direta e 245 cv, ambos a gasolina -, mas a transmissão automática da variante turbinada ganhou duas velocidades a mais, totalizando oito.

O conteúdo continua após o anúncio

Land Rover Range Rover Velar
Previsto para desembarcar no Brasil ainda este ano, o Velar utiliza a mesma plataforma do Jaguar F-Pace e ostenta 2,87 metros de entre-eixos. Os motores também são os usados pela Jaguar, a começar pelo 2.0 turbodiesel de 180 cv. Há ainda um 2.0 turbo, a gasolina, de 250 cv, e um V6 3.0 Supercharged de 380 cv. A tração é sempre integral, com transmissão automática de oito marchas.

Lexus LS 500 F Sport
A versão esportiva do luxuoso topo de linha da marca premium da Toyota tem visual mais agressivo, com grade ampliada e escurecida, com contornos em preto brilhante. As rodas de liga leve de 20 polegadas têm desenho exclusivo, assim como os detalhes em alumínio do interior e bancos e volante esportivos F Sport. O modelo pode ser a gasolina ou híbrido, sempre com motor V6 3.5. No primeiro, o propulsor é biturbo e entrega 420 cv e 60,9 kgfm. A transmissão automática tem dez marchas, e a tração é traseira. Já no híbrido, o V6 3.5 tem injeção direta e trabalha com um motor elétrico, alimentado por baterias de lítio com 354 cv de potência combinada. Mas há duas transmissões: CVT e automática com quatro marchas.

Mercedes-AMG GLC 63
O modelo traz um 4.0 V8 biturbo que pode ter 469 cv e 66,2 kgfm ou 503 cv e 71,4 kgfm, com zero a 100 km/h em 3,9 segundos ou 3,7 segundos, respectivamente. A tração é integral, e o câmbio, automático de nove velocidades. Já a suspensão é a ar, com amortecedores adaptativos. Por fora, há difusores na dianteira e na traseira e saídas de escape mais “nervosas”.

Toyota FT-4X Concept
O crossover conceito tem tração 4X4, mas sua vocação aventureira ultrapassa os limites mecânicos. O veículo traz saco de dormir – no descansa-braço do motorista -, geladeira e até uma câmera GoPro no retrovisor. Sistema de som e lanternas internas podem ser desencaixados e utilizados à parte.

Volkswagen Golf Alltrack
O Salão serviu para marcar a chegada da linha 2018 do Golf, com a reestilização promovida recentemente. A variante Alltrack mantém o motor 1.8 TSI de 170 cv e 27,5 kgfm de torque, com tração integral, mas incorpora as alterações no visual empregadas ao hatch e também à versão perua, chamada de SportWagen por lá. Há câmbio manual ou automatizado de dupla embreagem e seis marchas.

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia