Cantinho zen

Depois de um dia estressante, nada melhor que um bom lugar para relaxar. A boa notícia é que esse momento pode ser desfrutado em vários pontos da casa. Vale investir em espaços de varanda com pérgolas e sofás amplos e macios, área com banheira que oferece banhos de imersão, hidromassagem e até cromoterapia. As piscinas […]

Por Juliana Netto

15/04/2017 às 07:00hs - Atualizada 14/04/2017 às 14:57hs

Depois de um dia estressante, nada melhor que um bom lugar para relaxar. A boa notícia é que esse momento pode ser desfrutado em vários pontos da casa. Vale investir em espaços de varanda com pérgolas e sofás amplos e macios, área com banheira que oferece banhos de imersão, hidromassagem e até cromoterapia. As piscinas também são boas pedidas, inclusive, pelo relaxamento visual e aquático que proporcionam. Até uma cozinha gourmet, bem equipada, pode agregar esta função, afinal de contas muitas pessoas cozinham como forma de relaxamento.

aromasEntre os espaços mais solicitados na hora de construir ou reformar, segundo a arquiteta e urbanista Jaqueline Comin Bonjour, estão os banheiros, que se transformam em verdadeiras salas de banho. Em um de seus projetos, a profissional trouxe para a suíte do casal uma banheira com jatos que promovem uma sessão de hidromassagem, ativando toda a circulação do corpo. O equipamento ainda oferece controle de luzes em LED para estimular o relaxamento por meio da cromoterapia. “Aqui o casal queria que o banheiro servisse de cantinho do relaxamento. Por isso incluímos duchas individuais e a banheira espaçosa, além de cores claras e materiais atemporais e nobres”, explica.
Jaqueline ressalta, ainda, que o conceito de relaxamento atravessa muitos cômodos e pode estar onde menos se imagina. “Há clientes que fazem questão de ter uma mesa na varanda para tomar o café da manhã. Não abrem mão desse prazer. Outros ainda agregam à parte externa um cantinho para leitura, para dedicar um tempo aos livros”, comenta.

Banho morno e mente limpa

A gestora do Dharma Spa Urbano, Vanessa Quirino, explica que o segredo é experimentar até encontrar aquilo que tranquiliza e praticar constantemente. “Essa vida agitada que vivemos acaba nos colocando no piloto automático. É interessante reservar alguns minutos do dia para se dedicar a uma atividade que traga relaxamento. Pode ser escutar uma música, brincar com animal de estimação, fazer jardinagem… O interessante é deixar a mente limpa e focar toda a atenção nesta atividade. Isto é uma forma de meditação, e o relaxamento acontece de forma gradativa. Vale lembrar que não adianta fazer essa atividade e ficar pensando em problemas e compromissos.”

O conteúdo continua após o anúncio

Vanessa destaca que o corpo é o primeiro a receber os benefícios, que vão sendo ampliados a partir da prática. Com o tempo, isto reflete no sono, nas relações com as pessoas e na serenidade ao lidar com desafios e problemas diários. “A água morna, durante uma ducha ou banho de imersão, já provoca o relaxamento muscular e elimina as tensões. Acrescentar óleos essenciais e sais, que são inalados pelo vapor, ativam a sensação de bem-estar. É como se fosse uma ginástica mental, a cada bom resultado obtido, mais vontade se tem de praticar. Vale como uma terapia complementar”, observa.

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia