Destaque de TV

Mãe Stella de Oxóssi e sua família integram filme sobre terreiros baianos Documentário conta história do violino mais famoso do mundo Aderbal Freire-Filho bate papo com trio de palhaços sobre o talento para a comédia A cidade das mulheres Mãe Stella de Oxóssi é ialorixá do Ilê Axé Opô Afonjá, um dos maiores e mais […]

Por Tribuna

02/02/2016 às 07:00hs - Atualizada 03/02/2016 às 08:26hs

Mãe Stella de Oxóssi e sua família integram filme sobre terreiros baianos

Mãe Stella de Oxóssi e sua família integram filme sobre terreiros baianos

Documentário conta história do violino mais famoso do mundo

Documentário conta história do violino mais famoso do mundo

O conteúdo continua após o anúncio
Aderbal Freire-Filho bate papo com trio de palhaços sobre o talento para a comédia

Aderbal Freire-Filho bate papo com trio de palhaços sobre o talento para a comédia

A cidade das mulheres

Mãe Stella de Oxóssi é ialorixá do Ilê Axé Opô Afonjá, um dos maiores e mais respeitados terreiros de candomblé da Bahia. Hoje com 90 anos, a religiosa, eleita em 2013 para a Academia de Letras da Bahia, é quem guia o espectador no documentário dirigido por Lázaro Faria. O filme faz uma homenagem à antropóloga americana judia Ruth Landes, falecida em 1991. Autora de “The city of women” (“A cidade das mulheres”), escrito em 1939, Ruth defendia a vida digna e verdadeira das mulheres de terreiro da Bahia, conhecidas como “mulheres do partido alto”. Curta!, 18h

Stradivarius: O melhor violino do mundo

O documentário, do japonês virtuose Makoto Higashino, desvenda a história dos raros violinos Stradivarius, criados no século XVII pelo italiano Antonio Stradivari, e que hoje, apenas cerca de 600 ainda existem no mundo. Arte1, meia-noite

Loucuras de carnaval

Mike, Bump e Scottie são três amigos que estão no último ano da faculdade e nunca tiveram muita sorte com as mulheres. Mas tudo pode mudar quando eles aproveitam as férias para festejar o famoso carnaval de Nova Orleans, em uma viagem repleta de confusões, farras, diversão e sexo. Globo, 2h45

Arte do artista

Kadu Garcia, Sávio Moll e Márcio Libar estão de cara limpa e também travestidos de seus palhaços. Entrevistados por Aderbal Freire-Filho, eles falam sobre as peculiaridades da arte milenar da comédia e contam que os personagens, na verdade, sempre existem. Integrante da ONG Doutores da Alegria, Kadu conta sobre a atuação da trupe nos hospitais e sua relação de longa data com a palhaçaria. Os palhaços também comentam a escassez de circos no país e recordam as muitas oficinas, das quais fizeram parte, com palhaços tradicionais, que às vezes executam números que se perdem na poeira do tempo, mas que, se feitos da maneira certa, funcionam. TV Brasil, meia-noite

Leia também

Desenvolvido por Grupo Emedia