Publicidade

01 de Junho de 2014 - 06:00

Por Tribuna

Compartilhar
 
Luiz Henrique, Sydnei e Rondinely disputam torneio hoje, no Futrica
Luiz Henrique, Sydnei e Rondinely disputam torneio hoje, no Futrica

Neste domingo, jogadores de futebol de mesa de Juiz de Fora e de outras cidades irão se reunir na Galeria João Pedro Hallack, próximo ao Bar e Restaurante do Futrica. A partir das 9h, será disputado o 13º Torneio Geraldo Vieira - evento comemorativo aos 47 anos do Futrica Associação de Futebol de Mesa (FAFM). Ao todo, 48 atletas - divididos em nove equipes - irão jogar e compartilhar antigas lembranças de campeonatos organizados pela FAFM.

A associação foi fundada em 1967 pelo proprietário do Bar e Restaurante do Futrica e um dos organizadores do torneio, Sidney Alves Vieira, dentro do campo do Tupynambás Futebol Clube, onde, na época, ele jogava futebol de campo. A paixão por esse tipo de esporte tornou-se tradição na família Vieira e foi passada de pai para filho. Atualmente, além de Sidney, seu filho Rondinely da Cunha Vieira e seu neto Nycolas, de apenas oito anos, também se dedicam a modalidade.

Todos os registros de competições, títulos e troféus da Associação estão guardados, com muito carinho, na casa de Sidney, que também é conhecido como o vovô do futebol de mesa. "É uma paixão de criança. Quando era pequeno, fazíamos o botão com casca de coco. Pra mim, voltar ao tempo, recordar nossas histórias e ver todos esses registros, é uma grande emoção", conta. Ele também comenta que o nome do torneio é uma homenagem ao seu pai, que era conhecido popularmente como Seu Futrica. "Ele nos deixou muita coisa boa. Gostava de futebol de campo e de uma certa forma me influenciou a gostar de esporte." Os atletas que irão participar do torneio neste domingo também poderão saborear um almoço especial no Bar e Restaurante do Futrica. O cardápio já foi definido: bife à parmegiana, arroz, feijão e maionese.

Rondinely da Cunha Vieira, que também é um dos organizadores do evento, conta, emocionado, as histórias do pai. "Ele tem muitas lembranças boas. Agora, eu e meu filho também estamos dando prosseguimento às participações nos torneios do futebol de mesa, que é uma tradição na nossa família. O Futrica já ganhou campeonatos importantes como o Mineiro e o Brasileiro e outras competições regionais", relembra.

O botonista Luiz Henrique Colla é um dos nomes do Futebol de Mesa revelado durante as atividades da Associação. Atualmente, ele compete pelo Tupi Futmesa, mas não esconde sua paixão pela FAFM. "Comecei a me interessar pela modalidade quando eu tinha 11 anos. Quando era pequeno eu dormia com os botões do lado da cama. Já joguei por diversos clubes, mas tenho um carinho muito especial pelo Futrica, pois foi aqui que iniciei a minha carreira".

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a retirada das pinturas de Lucio Rodrigues dos pontos de ônibus?