Publicidade

24 de Janeiro de 2014 - 07:00

Ademilson, Núbio Flávio e Da Silva disputam duas vagas no setor ofensivo para a estreia no Mineiro

Por WALLACE MATTOS

Compartilhar
 
Recuperado de contusão, Núbio Flávio voltou à disputa
Recuperado de contusão, Núbio Flávio voltou à disputa

Com dois retornos importantes, o Tupi trabalhou ontem no Estádio Municipal visando à estreia no Campeonato Mineiro, domingo, contra o América-MG, às 19h30, no Independência, em Belo Horizonte. Depois de se ausentar dos dois primeiros dias de treino da semana e fazer apenas atividades físicas na última quarta-feira, o zagueiro Fabrício Soares participou normalmente das atividades com bola ontem.

Quem também retornou aos treinos normais foi o atacante Núbio Flávio, recuperado de uma entorse no tornozelo direito. A volta do jogador coloca fogo na briga por uma vaga no ataque do time titular que vai a campo contra o Coelho. Isso porque o centroavante Ademilson voltou aos trabalhos com bola no início da semana, quase ao mesmo tempo da contusão de Núbio. Assim, fez dupla com Da Silva nos coletivos dos últimos dias.

O técnico Wilson Gottardo tem armado seu time com apenas dois atacantes, dando mostras do esquema que pretende usar na estreia do Mineiro. Assim, Núbio Flávio, Da Silva e Ademilson lutariam por duas vagas no ataque carijó. Ontem, não deu pistas do que fará, pois as atividades foram todas em campo reduzido, com os jogadores divididos em três equipes. Desta maneira, as definições ficaram para o treino de hoje pela manhã, quando o grupo carijó trabalhará no campo da UFJF.

Para quem está nessa luta aberta pelas vagas no ataque, a disputa favorecerá o Tupi. "É uma briga boa. São três atacantes de alta qualidade, no mesmo nível. Quem ganha com isso é o time", considera Ademilson. "Essa briga só agrega valor ao clube. Quanto mais atletas em condições de jogar, e bem, melhor. E é esse o caso. Qualquer um que o treinador optar vai dar conta do recado", acrescenta Núbio Flávio. Da Silva não destoa: "É sempre bom essa disputa sadia com grandes jogadores, porque aquele que estiver em campo dará sempre o máximo".

Em tratamento

Outro atleta que ficou de fora do treino da última quarta-feira mas retornou foi o meia Sidnei, já sem as dores musculares que o incomodavam. Mas dois jogadores ainda permaneceram em tratamento e ficaram de fora do treino de ontem no Municipal: o goleiro Douglas Borges, com uma contusão no ombro direito, e o lateral-esquerdo Elivélton, com dores musculares. Ambos serão reavaliados hoje para saberem se terão condições de viajar para Belo Horizonte.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que campanha corpo-a-corpo ainda dá voto?