Publicidade

29 de Maio de 2014 - 07:00

Por Tribuna

Compartilhar
 
Treinamento no Mário Helênio começou com uma atividade em campo reduzido
Treinamento no Mário Helênio começou com uma atividade em campo reduzido

O primeiro trabalho técnico-tático do Tupi para o jogo do próximo sábado (31), contra o Madureira, às 16h, no Estádio Municipal, pela sexta rodada do grupo B do Campeonato Brasileiro da Série C, teve muitos testes e poucas definições. Contando com retornos de jogadores importantes na defesa e buscando alternativas para acabar com a falta de gols dos homens de frente, o técnico carijó, Léo Condé, modificou seus titulares em relação à derrota por 3 a 0 para o Mogi Mirim, no último fim de semana, e deve colocar em campo uma equipe principal diferente contra o Tricolor Suburbano.

Nesta quarta-feira (28), o treinamento no Mário Helênio começou com uma atividade em campo reduzido, na qual os dois times tinham 11 jogadores de linha cada uma. Condé colocou de saída Marcelinho, recuperado de uma lesão na coxa direita e que já estivera no banco contra o Mogi, na lateral-direita; Bruno Barros, que ficou de fora da viagem ao interior de São Paulo por conta de dores musculares, na ala esquerda; e Chico, que estreou na derrota do último domingo, no ataque.

Como a equipe tinha um homem a mais, apenas Henrique, na defesa, e Maranhão, no ataque, deixaram de ser titulares. Com essa formação, Raphael Toledo, que vem jogando na lateral-esquerda, foi adiantado para sua posição original no meio-campo. Mais tarde, Henrique ocupou a vaga de Toledo, ainda no treino em campo reduzido.

 

Muitas mudanças

Na segunda parte da atividade, Condé utilizou um espaço maior do campo do Estádio Municipal, mas ainda não trabalhou em toda a sua extensão. Desta vez, ambos os times tinham a contagem certa de atletas, e Marcelinho foi mantido na lateral-direira, o que fez com que Maguinho treinasse o tempo todo em sua posição original de volante. Toledo voltou a ocupar a lateral-esquerda, e Chico permaneceu no ataque.

No decorrer da atividade, Henrique entrou no lugar de Marcelinho, Bruno Barros ocupou o posto de Toledo e Oliveira substituiu o centroavante Elder Santana. Outras trocas feitas por Condé foram as entradas de Dieguinho no lugar de Ewerton Maradona e de Núbio Flávio na posição de Chico, ambas nos minutos finais do treinamento. Nesta quinta, Condé comanda sua última atividade no Estádio Municipal antes do confronto do fim de semana e deve começar a definir seus titulares.

O treinador quer aproveitar que tem todo seu elenco à disposição para colocar em campo o time mais forte possível em busca da vitória contra o Madureira no último jogo do Carijó na Terceirona antes da parada para a Copa do Mundo. "A briga está aberta em várias posições. Estamos tendo essa semana o retorno do Bruno (Barros), o Marcelinho a ideia já era utilizá-lo contra o Mogi, mas devido às circunstâncias não foi possível. O Chico também entrou muito bem no jogo lá, tem a possibilidade de dar a oportunidade para ele. Fiz algumas observações com o Toledo mais avançado e o Henrique, o Maguinho retornando para sua posição de origem. Não vou modificar muito, mas é claro que algumas situações é normal ajustarmos de uma partida para a outra para que possamos colocar o que temos de melhor nesse momento para conseguirmos um bom jogo e vencer", deseja o treinador.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você já presenciou manifestações de intolerância religiosa?