Publicidade

26 de Abril de 2014 - 07:00

Por Tribuna

Compartilhar
 
Técnico conversou com o grupo no Estádio Municipal
Técnico conversou com o grupo no Estádio Municipal

Contando com os reforços do meia Dieguinho e do goleiro Rodrigo, que não atuaram na derrota por 3 a 0 para o Fluminense, na última quarta-feira, por não estarem regularizados, mas já estão liberados, o técnico do Tupi, Léo Condé, testou opções. O trabalho tático no Estádio Municipal revelou que o comandante carijó ainda tem algumas dúvidas com relação aos titulares que enfrentam o Macaé neste domingo (27), às 16h, na estreia da Série C do Campeonato Brasileiro.

Os únicos atletas que treinaram todo o tempo na equipe principal foram os zagueiros Wesley Ladeira e Fabrício Soares, além dos volantes Felipe Lima, Genalvo e Maguinho. Este último, além de atuar no meio, revezou-se com Henrique na lateral direita. Do outro lado, Bruno Barros e Raphael Toledo foram testados. Na armação, Dieguinho e Álvaro trocaram de posto e também atuaram juntos em alguns momentos, enquanto na frente Núbio Flávio, Wesley e Maranhão trocavam de lugar.

Segundo Condé, a medida de trocar tantos jogadores serviu para testar suas opções e também para poupar os atletas, ainda se recuperando do desgaste da última quarta-feira à noite. "Com o Diego e o Rodrigo à disposição, temos mais opções, principalmente para armar o meio de campo. Aproveitei para testar praticamente todos. Faz parte também de uma estratégia de recuperação, porque não tem nem 48 horas do confronto com o Fluminense e não podíamos correr o risco de desgastar muito os atletas. Esse foi outro motivo de termos revezado ali", explicou o treinador, que confirmou a escalação goleiro, mas ainda não garantiu a presença do meia entre os titulares, dizendo que vai esperar a formação do Macaé para fazer esta definição.

 

Chegadas

Nesta sexta-feira, o Tupi recebeu mais um jogador que, em breve, deve se tornar reforço para a Série C. O meia Gustavo, 30 anos, se apresentou no Estádio Municipal e correu em volta do gramado. O atleta disputou o último Mineiro pela URT e tem passagens por Villa Nova, Guarani-MG, Uberlândia e Uberaba. O armador ainda não assinou contrato com o clube local pois não fez exames médicos e, por isso, não foi apresentando oficialmente. Além do meia, o volante Danilo, 20 anos, também se integrou ao grupo para um período de avaliação, vindo da base do Atlético-MG.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Governo federal deve refinanciar as dívidas dos clubes de futebol?