Publicidade

04 de Abril de 2014 - 18:09

Por Wallace Mattos

Compartilhar
 
Em sua terceira passagem pelo Tupi, Condé terá compromissos pela Copa do Brasil, a partir do dia 23
Em sua terceira passagem pelo Tupi, Condé terá compromissos pela Copa do Brasil, a partir do dia 23

Agora é oficial, o técnico Leonardo Condé volta a assumir o comando técnico do Tupi a partir de segunda-feira (7). Na tarde desta sexta-feira (4), o treinador se despediu do elenco da Caldense, clube com o qual cumpriu seu último compromisso na última quarta, na vitória por 2 a 0 sobre o Duque de Caxias, pela Copa do Brasil, no Ronaldão, em Poços de Caldas, e confirmou o acerto com o Alvinegro de Santa Terezinha. No início da noite, o vice-presidente do Conselho Gestor do Carijó, Cloves Santos, confirmou a contratação. "Segunda, às 10h, ele já estará dando treino", marcou o dirigente.

Anteriormente, após trabalhar nas categorias de base do América-MG, Condé, hoje com 35 anos, comandou o Tupi em 2009, durante a Série D. No ano seguinte, continuou à frente do clube no Campeonato Mineiro e, logo após, saiu para comandar o Ipatinga, retornando na segunda fase da Quarta Divisão, quando o time juiz-forano foi eliminado pelo Uberaba. Em 2011, comandou o Villa Nova e, entre 2012 e 2013, esteve à frente do Nova Iguaçu, do Rio de Janeiro. Esse ano, assumiu a Caldense, clube que levou ao oitavo lugar do Campeonato Mineiro e com o qual tinha compromisso até a estreia na Copa do Brasil.

Em sua terceira passagem por Santa Terezinha, onde iniciou seu contato com o mundo do futebol ainda no fim da década de 1990, terá compromissos pela Copa do Brasil, a partir do dia 23 de abril, contra o vencedor do confronto entre Fluminense e Horizonte-CE, e pela Série C do Brasileiro, na qual a estreia do Carijó está prevista para o dia 27 de abril, contra o Macaé, em Juiz de Fora.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que os resultados do programa "Olho vivo" vão inibir crimes nos locais onde estão as câmeras?