Publicidade

11 de Janeiro de 2014 - 07:00

Por JULIANA DUARTE

Compartilhar
 

Boa pra quem?

Em meio à discussão iniciada pelo movimento Bom Senso F.C. pela reorganização do calendário nacional, não paro de tentar entender os critérios para o sorteio dos confrontos da primeira fase da Copa do Brasil, realizado ontem pela CBF. Uma primeira etapa com 80 clubes, colocando frente a frente grandes, tradicionais e ricas equipes do futebol nacional e times pequenos, desconhecidos e, muitas vezes, desestruturados, a meu ver serve apenas para promover treinos de luxo, goleadas, estádios lotados em cantões do país e longas viagens. Está longe de ser democrático e, muito menos, atraente para o torcedor.

A justificativa de "justiça" separando os times de acordo com a classificação no ranking da CBF cai por terra quando se confronta 40 primeiros com os 40 últimos desse rol.

Jogos como Horizonte-CE x Fluminense, Vilhena x Palmeiras ou Mixto x Santos exemplificam o abismo da competição. Excetuando poucas zebras, avançarão os times de sempre. E as zebras que passarem no início não passarão de cavalos paraguaios.

O Tupi, por exemplo, estreará contra o inexpressivo Juazeiro, da Bahia. De cara penso que daí dá para passar sem grande preocupação. Mas a alegria já acaba na segunda rodada, quando o Carijó, provavelmente, enfrentará o Fluminense. Claro que é sempre bom pensar que com o Tupi tudo pode acontecer, mas, sendo realista, caímos na segunda rodada.

Se a ideia é dar aos times menores ou do interior a chance de participação em um campeonato nacional, por que não fazer as primeiras fases com times das séries C e D, com os das divisões superiores entrando mais à frente? Teríamos confrontos mais equilibrados, qualidade técnica e de gramados crescente com o andar do campeonato e alguns dos menores podendo chegar mais à frente.

A Copa do Brasil como temos só me desperta uma pergunta: tá boa pra quem?

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que a realização de blitze seria a solução para fazer cumprir a lei que proíbe jogar lixo nas ruas?