Publicidade

08 de Fevereiro de 2014 - 07:00

Por JULIANA DUARTE

Compartilhar
 

crime e castigo

Sei que estou sendo repetitiva, mas alguns assuntos precisam mesmo ser lembrados até que se chegue a soluções. A violência de pessoas que se dizem torcedores do Corinthians na última semana precisa ser punida com rigor para que não se repita. Entrar no local de trabalho de dezenas de profissionais, ameaçar, roubar e agredir não é papel de torcida, mas de quadrilha. Volto a defender a instalação de câmeras em arenas e CTs, a identificação de autores de atos de violência e a punição como criminosos e não como torcedores. Eles não precisam de Estatuto do Torcedor, mas de Código Penal.

Não satisfeitos com a agressão aos profissionais no CT, um grupo partiu para cima de torcedores que foram ao Pacaembu apoiar a equipe. Protesto cada um faz o seu, desde que não haja vandalismo ou agressão. Mas, para mim, torcer é acompanhar, vibrar, cobrar também, mas, principalmente, apoiar. E é o que farei hoje, no Mário Helênio, confiante em uma vitória do Tupi. Espero vocês lá.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?