Publicidade

22 de Fevereiro de 2014 - 04:00

Tupi recebe o Nacional e precisa da vitória para seguir sonhando com as semifinais

Por Wallace Mattos

Compartilhar
 

Precisando se recuperar depois de dois resultados ruins, o Tupi entre em campo neste sábado (22) em seus domínios. A derrota por 3 a 0 para a Caldense, em Poços de Caldas, no último sábado, e o empate de 0 a 0 com o Villa Nova, no meio desta semana, em Juiz de Fora, praticamente obrigam o carijó a vencer o Nacional esta tarde, em partida marcada para as 16h, no Estádio Municipal, pela sétima rodada do Campeonato Mineiro, se o clube local ainda quiser se manter na briga por um dos lugares nas semifinais da competição.

O jogo também encerra uma semana na qual o time teve três compromissos em sete dias, demitiu seu treinador e continua sob o comando do técnico interino Lúdyo Santos. Depois de dias atribulados, os jogadores sabem que uma vitória não só devolve o fôlego na luta pela classificação no Estadual, mas também trará um clima mais tranquilo a Santa Terezinha. Assim, como explica o volante Maguinho, o confronto com o Nacional é considerado crucial para o futuro carijó. "Sabemos da dificuldade que teremos e que entramos pressionados em campo. Mas esse jogo será um divisor de águas não só para nossa campanha no Mineiro como para todo o primeiro semestre do time. Vamos fazer de tudo para vencer", garante o jogador.

Mesmo com o empate sem gols da última quarta-feira, o técnico interino, Lúdyo Santos, viu aspectos positivos na atuação de seus comandados. Assim, espera que sua equipe continue evoluindo. "Não saiu a vitória que nós almejávamos para a sequência da competição, mas acredito que a equipe não fez um jogo ruim. Dentro do que gostaríamos, precisamos de mais qualidade no último passe, criando mais chances de gol. Mas conseguimos evoluir e pretendemos continuar assim", deseja.

 

Mudanças

Para a partida deste sábado, Santos não terá o zagueiro Helder, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e o meia Sidnei, com uma lesão no músculo posterior da coxa direita, deve ser desfalque pelo segundo jogo consecutivo. Rafael Vitor assume o posto na defesa, que tem a volta do lateral-direito Henrique, que estava suspenso no último jogo, e pode ter o meia Raphael Toledo improvisado na lateral esquerda, no lugar de Elivélton.

No meio de campo, a tendência é que Lúdyo utilize um sistema com três volantes, mantendo Genalvo, que assumiu a titularidade contra o Villa, e tendo a volta de Maguinho, que cumpriu suspensão na quarta-feira. Felipe Lima completa a trinca de cabeças de área. Desta maneira, o único armador do setor seria o meia Fábio Tenório.

Segundo Santos, não significa que sua equipe será mais defensiva por conta da escalação de um maior número de volantes. "A questão do número de cabeças de área, meias ou zagueiros é muito subjetiva com relação à proposta de jogo. O número de jogadores de uma determinada função não interfere muito, e sim a maneira como a equipe vai utilizá-los. É uma possibilidade, sim, entrar com os três volantes", explica.

 

Acesso e ingressos

Para atender os torcedores que irão ao Estádio Municipal, a Secretaria de Transporte e Trânsito (Settra) disponibilizará a linha extra de ônibus 517/Estádio, saindo da Avenida Presidente Itamar Franco, em frente ao Procon, a partir das 13h. Serão cinco veículos para o transporte da torcida local até o Mário Helênio, cujos portões serão abertos às 14h. O último coletivo deixará as imediações do estádio às 18h40.

Os ingressos para Tupi x Nacional estão à venda na sede social do Tupi (Rua José Calil Ahouagi 332, Centro), no Estádio Salles de Oliveira (Rua Doutor José Eutrópio sem número, Santa Terezinha) e no Posto da Liga de Futebol de Juiz de Fora (Calçadão da Rua Halfeld) até o meio-dia deste sábado. A partir desse horário, as entradas devem ser adquiridas nas bilheterias do Mário Helênio. Os bilhetes custam R$20 (inteira) e R$10 (meia-entrada, menores de 12, maiores de 60 anos e estudantes).

 

Tupi x Nacional-MG

Estádio Municipal - 16h

Árbitro: Wanderson Alves de Souza

Tupi: Jordan, Henrique, Rafael Vitor, Fabrício Soares e Raphael Toledo (Elivélton); Felipe Lima, Genalvo, Maguinho e Fábio Tenório; Núbio Flávio e Da Silva. Técnico: Lúdyo Santos.

Nacional: João Carlos, Leandrinho, Xandão, Rafael Silva e Badé; Iuri, Júnior Lemos, Danilo Santos (Léo Medeiros) e Lucas Patinho; Jonatam e Jânio. Técnico: Marcelo Cabo

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?