Publicidade

22 de Fevereiro de 2014 - 19:45

Por Tribuna

Compartilhar
 

De uma só vez, a equipe de vôlei da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) escapou definitivamente do rebaixamento direto e levou para a última rodada da Superliga Masculina 2013/2014 a possibilidade de classificação para os playoffs. Neste sábado (22), jogando no Rio Grande do Sul, a equipe juiz-forana derrotou o Kappesberg/Canoas por 3 sets a 1, com parciais de 18/21, 23/21, 23/21 e 21/18.

Agora, na próxima quarta-feira, os locais recebem o Brasil Kirin, às 19h, na Arena UFJF, tendo que vencer por 3 a 0 ou 3 a 1 e torcer por uma derrota do Moda/Maringá por um desses placares para o Volta Redonda, em mesmo dia e horário, no Paraná. Com 22 pontos somados, a Federal não pode mais ser alcançada pelo atual último colocado da Superliga, o Funvic/Taubaté, que tem 18 pontos. Desta maneira, a UFJF se livra do descenso direto para a Superliga B.

O jogo deste sábado começou dando a impressão que o time da casa iria atropelar a UFJF. Com tranquilidade, o Canoas chegou a abrir sete pontos de diferença e controlou boa parte do primeiro set sem ser incomodado. Ajudada por alguns erros dos donos do ginásio, a Federal reagiu na reta final, encostou e chegou a perder por apenas um ponto, com o placar em 19 a 18. Mas a reação parou por aí, e o Kappesberg fechou em 21 a 18.

Equilibrada, a segunda parcial também teve o Canoas sempre à frente. Desta vez, a vantagem dos gaúchos ficou estável durante a maioria do set em dois pontos, fruto de um melhor aproveitamento no bloqueio. Contando com erros dos juiz-foranos, o Canoas abriu um pouco mais a partir da metade da contagem e, como na primeira parcial da partida, a UFJF encostou no fim. Desta vez, conseguiu a virada em 21 a 20 e fechou em 23 a 21, empatando o confronto.

No terceiro set foi a UFJF quem tomou as rédeas do marcador, tendo um desempenho consistente em seu ataque. Mas o Kappesberg não deixava os juiz-foranos desgarrarem, e houve alternância de comando do placar no meio da parcial, graças aos erros dos juiz-foranos. A exemplo do anterior, a reta final deste set também foi marcada pelos empates, até novamente a Federal fazer 23 a 21, virando o jogo.

Para continuar com o sonho da classificação para os playoffs, os juiz-foranos precisavam vencer a quarta parcial. Já o time da casa queria levar o set para ficar vivo no jogo e começou comandando as ações sem desperdiçar ataques. Com o bloqueio mais uma vez funcionando, os donos do ginásio abriram vantagem. Mas a Federal foi buscar, virou o marcador e fechou em 21 a 18, fazendo 3 sets a 1 no jogo.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor de fechamento de pista em trecho da Avenida Rio Branco para ciclovia nos fins de semana?