Publicidade

11 de Março de 2014 - 06:00

Carijós encaram longa jornada para a estreia na Copa do Brasil

Por Tribuna

Compartilhar
 

O dia ontem foi de viagem para o Tupi. Deixando Juiz de Fora às 7h, a delegação alvinegra tinha chegada planejada a Juazeiro, no Norte da Bahia, para a meia-noite. No trajeto, um traslado de ônibus até o Rio de Janeiro, onde o grupo embarcou para Recife, com escala em São Paulo. Na capital pernambucana estava prevista uma espera de três horas para embarcar no voo para Petrolina, cidade da região Sul de Pernambuco, vizinha ao destino dos juiz-foranos, que amanhã encaram o Juazeiro na estreia da Copa do Brasil, às 20h30, no Estádio Adauto Moraes.

Para o capitão carijó, o volante Felipe Lima, o time tem meios de diminuir os efeitos da longa viagem até a Bahia e da maratona de jogos de importância elevada que o time vem vivendo, já que o confronto com o Juazeiro será o quinto em 12 dias, sequência que só termina no próximo domingo, quando o Carijó joga seu futuro no Campeonato Mineiro, na última rodada, contra o Guarani, em Juiz de Fora.

"O segredo para que isso não pese, principalmente nessa estreia na Copa do Brasil, é descansar, alimentar-se bem e se concentrar para eliminar o cansaço. Mas, sendo jogos decisivos, é diferente. O jogador fica motivado nessas horas e acaba tendo um gás a mais. Isso vem por vezes do companheiro. Nosso time se ajuda muito, coopera bastante em campo, e isso também ajuda a minimizar o desgaste", acredita o camisa 5.

Outra ajuda nessa estreia na primeira competição nacional do ano virá do último jogo no qual o Tupi esteve em ação. Vendendo caro a derrota para o Cruzeiro, por 2 a 1, no Mineirão, os jogadores mostraram sua força, como acredita o meia Raphael Toledo, autor do gol alvinegro no último sábado. "Mostramos que podemos ser fortes contra qualquer um enfrentando o atual campeão brasileiro, e isso só nos dá força para ir em frente nesse caminho. Nesse meio de semana, vamos motivados em busca de uma vitória contra o Juazeiro", disse o jogador.

O foco do momento é a Copa do Brasil, mas o treinador carijó, Paulo Campos, já projeta a partida do próximo domingo, contra o Guarani, no Estádio Municipal. Assim como fez no confronto com o Boa Esporte, o comandante pediu a compra de mais uma leva de apitos para serem distribuídos aos torcedores carijó. Antes de embarcar para a Bahia, o treinador anunciou outra novidade para domingo. "O torcedor comprou a ideia do apitaço. Agora eu pedi autorização para a direção e, para agradecer a presença da torcida, vamos levar quatro camisas do Tupi autografadas para o estádio, e elas serão arremessadas pelos jogadores nas arquibancadas, duas da cada lado do Mário Helênio", anunciou Campos.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da adoção de medidas, como tarifas diferenciadas e descontos, para estimular a redução do consumo de água?