Publicidade

25 de Abril de 2014 - 06:00

Por RENATO SALLES

Compartilhar
 

"Eliminados"

Não há espaço para justiça no futebol, e o placar de 3 a 0 fala por si só. Com maiores recursos financeiros - principalmente o do "patrocinador-parceiro" -, o Fluminense é muito mais time que o Tupi. E não poderia ser diferente. Afinal, por mérito próprio ou não, um clube está na Série A. O outro, na C. Por tudo isso e por Fred e Conca, a derrota carijó é completamente justificada. O que é inadmissível é ver um juiz-forano, mesmo que seja tricolor do coração, zombando da equipe local aos gritos de "olé" e "eliminado". A derrota do esporte da cidade também é a sua, cara-pálida, e você que zombou do time de sua terra também foi eliminado. Pior. Ao contrário dos guerreiros alvinegros, saiu de cabeça baixa.

Apesar da zombaria de alguns legítimos cariocas do brejo, vi brio no Tupi. Derrotado na bola, o time tentou jogar de igual para igual com um dos grandes do futebol nacional. Tivesse consumado uma ou outra oportunidade, o horizonte carijó poderia até mesmo ser outro. A despeito do placar, a equipe parece fortalecida com relação ao Campeonato Mineiro. Wesley Ladeira segue sendo o zagueiro que passa confiança. Núbio Flávio continua capaz de desequilibrar pelos lados. Mesmo com algumas falhas, o meio de campo de Condé tem potencial para evoluir para um setor consistente. Por outro lado, o Tupi permanece sentindo a falta de um homem de área. Sentindo falta de Ademilson. Mesmo assim, chega forte para a Terceirona, terra onde não existe nada parecido com Fred e Conca. Em comum com a Séria A, só a recorrente ameaça de reviravoltas e tapetões.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que a realização de blitze seria a solução para fazer cumprir a lei que proíbe jogar lixo nas ruas?