Publicidade

07 de Janeiro de 2014 - 07:00

Por WALLACE MATTOS

Compartilhar
 

O ano promete

Caros e caras, estou de volta a esse nosso Papo semanal ainda em ritmo de virada. Posso dizer que o 13 virou 14, mas esse ainda não começou de fato. Tem data - dia 26 de janeiro - e hora - 19h30 (ou seja, quase segunda-feira) -, quando o Tupi joga pela primeira vez na temporada, mas o ano não engatou para esse escriba. E é um ano que promete. Confesso que estou curioso, pretendendo matar um pouco dessa curiosidade no amistoso de hoje à tarde no Helenão, para ver o time do Gottardo se revelar diante de meus olhos. Pelo que pude acompanhar nos treinos que estive presente, a aposta é em uma defesa sólida, na velocidade e na movimentação para envolver os adversários. Se dará certo, só o tempo dirá, mas que tem potencial para me agradar, isso tem.

Além do mais, é ano de Copa do Mundo, o que é sempre especial. Ainda mais porque o Mundial é no Brasil. Quem acompanha esse nosso Papo desde o início, lá no longínquo ano de 2010 - sim, há quatro anos, a serem completados durante o encontro das melhores seleções do mundo, estamos aqui toda terça-feira -, sabe que sou um entusiasta do torneio, que mexe profundamente com minhas emoções. O clima, as partidas e as discussões no país do futebol são sempre fantásticos, imagina com o planeta bola aqui, in loco. Vai ser inesquecível. Quero pelo menos poder mostrar para meu Arthur o tamanho dessa festa, mas alguns problemas burocráticos ainda não permitiram a garantia da sua participação. Pretendo resolvê-los para não deixar passar a oportunidade.

Assim, espero mais um ano de Papos gostosos com vocês, dando minhas impressões sobre nosso Carijó e a Copa 2014, além de pequenos pitacos sobre outras coisinhas mais do mundo esportivo. Como disse, 2014 promete e, por isso, prometi tentar fazer tudo em minha vida, inclusive esse nosso encontro semanal, melhor. Conto com vocês nessa empreitada.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que alertas em cardápios e panfletos de festas sobre os riscos de dirigir sob efeito de álcool contribuem para reduzir o consumo de bebidas por motoristas?