Publicidade

29 de Abril de 2014 - 06:00

Por WALLACE MATTOS

Compartilhar
 

Começou... mal

Caros e caras, a Série C começou, e isso por si só já é algo a se comemorar. Lembram da última vez que o Tupi estava na parada, em 2012, a confusão do Treze? Pois é, pelo menos esse ano começou. Mas, infelizmente, mal. Primeiro, por conta do resultado do Carijó em casa. Perder pontos em seus domínios não é uma boa nesse torneio, e o time local sabe bem disso. Assim foi trilhado o caminho do rebaixamento no ano do centenário.

Poderia ponderar sobre a situação na qual o empate aconteceu, depois de o Tupi ficar com um a menos ainda no primeiro tempo, após a expulsão do Wesley. Não entendi. E tudo o que o árbitro colocar na súmula é só para tentar justificar um erro gigante. Acredito que isso tenha ajudado, mas não foi determinante para a equipe juiz-forana não sair de campo vencedora.

Com um a menos, o técnico Léo Condé, inteligentemente, colocou o time no segundo tempo com duas linhas de quatro jogadores para fechar tanto as laterais quanto a frente de sua área. Mas, aos 11 minutos, após uma sobra de bola de escanteio, o Macaé aproveitou que a primeira linha da lateral esquerda não estava posicionada corretamente e, por ali, saiu o cruzamento que resultou no empate.

Mesmo com um homem a menos no segundo tempo, o Tupi buscou todo o tempo o ataque. Raphael Toledo - na minha opinião o melhor do jogo, não só pelo golaço de falta - mandou no meio de campo. Os juiz-foranos tiveram mais gás e perderam, que me lembre assim de supetão, três ótimas chances de desempatar: uma com o zagueiro Wesley Ladeira, que iniciou a jogada e chegou para cabecear da pequena área; outra com o volante Felipe Lima, finalizando da marca do pênalti; e a bola do jogo com o atacante Maranhão, que avançou sozinho no fim da partida. As duas primeiras pararam em grandes defesas do goleiro Fernando, e a última foi para fora.

Assim, não considero a estreia do Carijó boa por conta do resultado e das chances desperdiçadas, mesmo que a equipe tenha jogado metade do confronto com um a menos. Mas também não vi nada de mais nas outras partidas do grupo B que acompanhei. Um empate horroroso entre Juventude e Caxias, no Rio Grande do Sul, no sábado, e uma vitória magra, por placar mínimo, em partida de dar sono, do São Caetano sobre o Guarani. Nesse contexto, ainda bem que teve seu início, mas a Série C 2014 começou mal.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que os resultados do programa "Olho vivo" vão inibir crimes nos locais onde estão as câmeras?