Publicidade

24 de Fevereiro de 2014 - 18:23

Por Tribuna

Compartilhar
 
Paulo Campos estava no Resende
Paulo Campos estava no Resende

Atualizada às 21h25

O Tupi apresentará oficialmente nesta quarta-feira (26) seu novo treinador para a sequência do Campeonato Mineiro e para disputa da Copa do Brasil e do Brasileiro da Série C. No início da noite desta segunda, a diretoria chegou a um acordo com Paulo Campos, 57 anos, que tem chegada prevista a Juiz de Fora ao meio-dia desta quarta. Ele já comandará o clube juiz-forano no confronto com a Tombense no próximo sábado, às 16h, no Estádio Almeidão, em Tombos, pela oitava rodada do Estadual.

Experiente, Campos era técnico do Resende desde o meio da temporada 2013 e enfrentou o Tupi por duas vezes na Série D, vencendo o embate no estado do Rio de Janeiro por 1 a 0 e perdendo em Juiz de Fora pelo mesmo placar. O treinador deixou a equipe alvinegra do interior fluminense após a derrota do último sábado, por 3 a 0, para o Flamengo, pela décima rodada do Campeonato Carioca. O novo comandante só chega à cidade na quarta pois nesta terça recebe a premiação de personalidade do ano no futebol de Resende, por conta de seu bom trabalho na última temporada.

O novo técnico do Carijó se disse muito feliz em assumir o clube juiz-forano e explicou que os contatos com o Alvinegro de Santa Terezinha começaram ainda em 2013, e a vontade de vir trabalhar em Juiz de Fora é antiga. "Esse é um namoro antigo. Quando treinava o Botafogo (no fim da década de 1990), fazíamos vários jogos e amistosos aí, sempre com boa presença da torcida, que nos recebia de braços abertos. Então, me lembro da cidade desta maneira. Na Série D do ano passado, jogamos duas vezes contra o Tupi e, quando estive no Estádio Municipal, surgiu a possibilidade que se concretizou hoje (segunda). Achei maravilhoso. É uma alegria muito grande poder receber uma oportunidade tão bonita e abrir as portas para meu trabalho no estado de Minas Gerais através do Tupi", disse Campos, por telefone.

Mostrando conhecimento sobre a situação do Tupi no Mineiro, Campos quer brigar pela classificação para as semifinais do Estadual e deseja, primeiro, conhecer profundamente o grupo que terá nas mãos antes de pedir qualquer contratação. "Vamos levar essa vontade de trabalhar para Juiz de Fora, disso o torcedor pode ter certeza. Quero conversar muito com o Lúdyo (Santos, técnico interino do clube até o último sábado e que volta a seu cargo de auxiliar da comissão técnica permanente) e ver todos os jogos do time no Campeonato Mineiro para saber como o time tem sido armado e como são os atletas. O objetivo é lutar com Caldense, Tombense, Boa Esporte, Cruzeiro e Atlético-MG por uma vaga nas semifinais. Sei que alguns têm jogos a menos, mas vamos para cima buscar essa meta", deseja.

 

Currículo de peso 

Nascido no Rio de Janeiro, Campos é pós-graduado em educação física pela Universidade Gama Filho e também formado em administração esportiva. Com carreira extensa no futebol brasileiro, além do Resende, treinou equipes como Guaratinguetá, Duque de Caxias, Mogi Mirim, Iraty-PR, Criciúma, Náutico, Fluminense, Vila Nova-GO, Paysandu, Paraná, Palmeiras B, Botafogo, Friburguense e São Cristóvão. Foi assistente técnico do Real Madrid, com o técnico Vanderlei Luxemburgo, da Seleção Brasileira Sub-20 e do Vasco da Gama.

No futebol internacional, Campos também tem uma grande experiência, principalmente em países árabes. O técnico carioca dirigiu Al Qadsia, Al Rayyan (Catar), Al Nasr, Al Ahali, Al Wasl (Emirados Árabes), Al Ittihad, Al Shabab, Al Ohod e Al Hilal (Arábia Saudita), além de Asteras Tripolis (Grécia) e Calabar Rovers (Nigéria). O novo treinador do Tupi também comandou quatro seleções: Libéria, Gana, Catar e Kwait.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que os resultados do programa "Olho vivo" vão inibir crimes nos locais onde estão as câmeras?