Publicidade

03 de Março de 2014 - 19:00

Por Tribuna

Compartilhar
 

Em busca de recuperar seu lugar ao sol no grupo dos quatro primeiros colocados do Campeonato Mineiro, a palavra de ordem no Tupi é atacar. Em treino tático realizado na tarde de segunda-feira (3) no Estádio Municipal, o técnico Paulo Campos testou uma formação com três atacantes. A possibilidade pode abrir espaço para a volta de Ademilson à equipe titular, com Núbio Flávio e Wesley atuando pelos lados.

"O objetivo não é simplesmente jogar com três atacantes, mas fazer com que esses homens da frente possam complementar o meio de campo. Para se formar uma equipe agressiva, que joga na vertical, você precisa ter jogadores de velocidade. Isso é uma opção. Não quer dizer que vou atuar assim desde o início", explica o treinador carijó.

A escalação para a partida contra o Boa deve ser definida nas atividades de hoje. Uma vitória em casa é considerada crucial para as pretensões do Tupi de retornar ao G4. Na quinta posição, com 12 pontos, os juiz-foranos estão a 1 ponto do adversário de amanhã, terceiro colocado na competição, em confronto marcado para as 20h30, no Estádio Municipal.

Certeza de momento é o retorno de Felipe Lima após cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo no empate por 1 a 1 contra o Tombense no último sábado (1º). No treinamento de segunda-feira (3), ele reapareceu entre os titulares e foi um dos três volantes no esquema testado por Paulo Campos. Para o técnico, a formação sem um armador de origem não significa perda de criatividade no meio de campo.

"Todos os homens têm que ser jogadores de criatividade. O meio precisa ser criativo. Defender e municiar os homens da frente, independente dos jogadores escalados. A entrada do Felipe Lima dá uma maior consistência, até mesmo para facilitar qualquer alteração que possamos fazer lá na frente", explica o treinador.

Galeria de Imagens

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Governo federal deve refinanciar as dívidas dos clubes de futebol?