Publicidade

09 de Janeiro de 2014 - 07:00

Apenas 43 pessoas aderiram aos planos de marketing lançados pelo clube

Por Wallace Mattos

Compartilhar
 
Para diretor-executivo do Tupi, Alberto Simão, a sensação dos diretores até agora é de decepção
Para diretor-executivo do Tupi, Alberto Simão, a sensação dos diretores até agora é de decepção

Lançado no fim de 2013, o projeto de marketing do Tupi para 2014 ainda não decolou com o torcedor. A conclusão pode ser tomada pelas palavras de integrantes da diretoria carijó após uma reunião de avaliação da adesão da torcida local ao plano de sócio-torcedor - o "Sou Guerreio Carijó" - e a promoção através da qual o fã pode colocar seu nome na camisa da primeira partida da equipe em casa no Campeonato Mineiro deste ano, no dia 1º de fevereiro, contra o Minas - o "Guerreiros de Ouro".

Segundo o diretor-executivo do Tupi, Alberto Simão, a sensação dos diretores até agora é de decepção. "É praxe no futebol hoje cobrar uma área de marketing desenvolvida, contratações, performance, mas a gente sabe da situação financeira do Tupi. Existe uma luta muito grande para buscar novos investimentos, e o marketing era nossa principal alternativa do ano", explicou.

Embora reconheça que o mercado juiz-forano possa achar os preços dos planos um pouco salgados, o vice-presidente do Conselho Gestor do Tupi, Cloves Santos, considera os números atuais dos programas muito baixos. "Sabemos que, para muitos, R$ 40 do sócio-torcedor e R$ 200 da camisa pode pesar, pois a cidade é basicamente de comércio e serviços, mas é um algo a mais que o torcedor tem a fazer em prol do Tupi para que a gente possa se fortalecer. O montante arrecadado com essas iniciativas servirá para termos uma margem para poder pagar um pouco mais e qualificar o elenco, por exemplo. Hoje, estamos com 25 sócios-contribuintes e 18 nomes na camisa", lamenta.

Segundo Santos, a torcida cobrava ações de marketing da diretoria, além de um time competitivo e, desta vez, ela tem que dar a resposta. "Eles (torcedores) devem cobrar uns dos outros a participação, assim como nos cobram. Essa cobrança vinda em só uma mão, do torcedor contra a diretoria, nunca vai levar o Tupi a lugar nenhum. A gente está de coração aberto para mudar o que tem que mudar, aceitamos as críticas, mas elas devem ser participativas e, para isso, tem que estar dentro do clube e viver o dia a dia. Através dos planos é uma forma que o torcedor tem de fazer isso", disse o dirigente.

 

 

Época ruim, otimismo mantido

Simão imagina que a época do ano na qual as iniciativas foram lançadas tenha influenciado na baixa adesão dos torcedores. "Sabemos que é final de ano, Natal e Réveillon, a turma deve gastar um dinheiro. Estamos trabalhando, nos esforçando para melhorar a qualidade do time, as peças para esse longo período que teremos de atividades. São 11 meses, pelas nossas contas, e buscamos no marketing uma forma de agregar valor."

Apesar da atual situação, Alberto mantém o otimismo. "Nos próximos dias espero que o torcedor compareça com sua força não só nas arquibancadas, mas também em nossos projetos de marketing. Sou otimista, mas necessitamos desse abraço para podermos investir mais no clube", pede o diretor. Para aderir aos programas de marketing do Tupi, os interessados devem acessar o www.sougerreirocarijo.com.br.

 

No gramado

Dentro de campo, a equipe se reapresentou nesta quarta-feira (8) depois da derrota para o Friburguense na última quarta-feira, por 3 a 1, no Estádio Municipal. O dia foi de treinos físicos e, nesta quinta, o técnico Wilson Gottardo começa novamente a trabalhar a parte tática visando ao Campeonato Mineiro, no qual o Carijó estreia no dia 26 de janeiro, contra o América-MG, em Belo Horizonte.

Antes, o time de Juiz de Fora encara mais uma vez o Frizão, no próximo domingo, às 15h30, em Santana de Cataguases, local da pré-temporada do clube fluminense, valendo a Taça Cidade de Santana de Cataguases. Para ficar com o troféu, o Tupi tem que vencer o adversário por dois ou mais gols de diferença. Caso os juiz-foranos devolvam o 3 a 1, a decisão será nos pênaltis.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a multa para o consumidor que desperdiçar água, conforme anunciou o Governo de São Paulo?