Publicidade

06 de Fevereiro de 2014 - 07:00

Por Tribuna

Compartilhar
 
Antologia reúne 15 contos de autores brasileiros tendo como tema central o futebol
Antologia reúne 15 contos de autores brasileiros tendo como tema central o futebol

No clima de Copa do Mundo, o mineiro Luiz Ruffato lança nesta quinta-feira (6) uma antologia reunindo 15 contos de autores brasileiros tendo como tema central o esporte mais popular do planeta. O livro "Entre as quatro linhas - Contos sobre futebol", que sai pela Editora DSOP será lançado a partir das 19h no Museu do Futebol, no Pacaembu, em São Paulo, local que vai se transformar em um verdadeiro boteco, com direito a cerveja, caipirinha e petiscos para alimentar as discussões dos boleiros e torcedores presentes.

O time capitaneado por Ruffato busca contar as histórias e emoções de uma paixão que virou característica reconhecida mundialmente como do povo brasileiro. O amor pelo futebol norteia o enredo dos contos escritos por um escrete de peso da literatura contemporânea: Mário Araújo, Fernando Bonassi, Ronaldo Correia de Brito, Eliane Brum, Flávio Carneiro, André de Leones, Tatiana Salem Levy, Adriana Lisboa, Ana Paula Maia, Tércia Montenegro, Marcelo Moutinho, Rogério Pereira, Carola Saavedra, André Sant'anna e Cristovão Tezza.

Segundo Ruffato, o tema é injustamente rejeitado e não recebe um olhar literário adequado há muito tempo. "Os personagens da nossa prosa de ficção, de maneira geral, transitam num nível da sociedade em que o futebol é ignorado como manifestação coletiva. Ele ainda carrega a pecha de agente de alienação ou pertencente a um universo que pouco frequenta a nossa ficção: o povo", analisa. Por isso, o organizador reuniu na obra textos que retratam torcedores, jogadores, juízes, mídia, construção e desconstrução dos mitos, a poética relação com a bola e a aproximação e o distanciamento familiar.

 

O organizador

Nascido em 1961 em Cataguases, Luiz Ruffato se formou em Comunicação Social na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). Radicado em São Paulo desde o início da década de 1990, onde trabalhou no "Jornal da Tarde", em 2003 deixou o jornalismo para se dedicar exclusivamente à carreira de escritor. É autor de "Eles eram muitos cavalos", "De mim já nem se lembra", "Estive em Lisboa e lembrei de você" e da pentalogia "Inferno provisório", composta por "Mamma, son tanto felice", "O mundo inimigo", "Vista parcial da noite", "O livro das impossibilidades" e "Domingos sem Deus".

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você participa das celebrações da Semana Santa?