Publicidade

26 de Junho de 2014 - 06:00

Por MARINA SAD

Compartilhar
 

Não entendo nada de futebol. Para mim, tudo na área é pênalti, qualquer esbarrão é falta e toda bola na rede é gol, sem impedimentos. Enquanto meu marido (fanático por esportes) assiste aos jogos do Campeonato Brasileiro, eu leio ou durmo. Mas na Copa é diferente, principalmente quando a Seleção é a Brasileira. Confesso que acompanho até as partidas entre outros países, e sempre torço pelos sul-americanos, afinal, chega de time europeu ganhando! Mas do que eu mais gosto mesmo é de reunir a família e os amigos para assistir aos jogos do Brasil. Desses encontros, sempre guardo momentos bons e emocionantes.

O Mundial de 1998 é o primeiro do qual eu me recordo com mais clareza. Eu tinha 9 anos, e na maioria dos jogos a gente juntava a família do meu pai e fazia churrasco. Minha tia estava grávida, e durante as partidas mais disputadas víamos a barriga dela dando saltos. Era minha priminha que também ficava agitada!

Na Copa de 2002, os confrontos aconteciam sempre de manhã cedinho, e a turma se reunia para tomar café da manhã. Na época, no auge da "aborrecência", teve noite do pijama com direito a gritos pedindo ao Felipão para colocar o Kaká, só porque a gente achava o jogador lindo!

Em 2006, meu (na época) namorado e eu combinamos que ficaríamos noivos na próxima Copa e... realmente engatamos o noivado em 2010 (mas o casamento saiu antes da de 2014)! Dessa vez, ainda não sei o que ficará marcado. Mas talvez a presença do meu sobrinho de 3 anos, que não tem paciência para acompanhar as partidas e nos faz revezar em frente à TV.

Enfim, quando me perguntam se eu quero que o Brasil seja hexa, sim, até tenho esse desejo. Mas para mim o que importa de verdade não é nem o título. Eu gostaria mesmo era de que nossa Seleção chegasse até a final, só para prolongar mais os memoráveis encontros em frente à televisão.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Governo federal deve refinanciar as dívidas dos clubes de futebol?