Publicidade

14 de Maio de 2014 - 07:00

Atualmente no Goiás, ex-técnico do Tupi, Ricardo Drubsky, recebe o Botafogo, que tem reduto em JF

Por Wallace Mattos

Compartilhar
 
Meia juiz-forano Daniel marcou 3 dos 6 gols alvinegros no sábado e jogará pela 1ª vez no Helenão
Meia juiz-forano Daniel marcou 3 dos 6 gols alvinegros no sábado e jogará pela 1ª vez no Helenão
Atualmente no Goiás, treinador Ricardo Drubsky já passou pelo Tupi
Atualmente no Goiás, treinador Ricardo Drubsky já passou pelo Tupi

Vivendo a curiosa situação de ser o mandante do jogo, mas ver a maioria dos torcedores apoiando o adversário, o Goiás pega o Botafogo, nesta quarta-feira (14), às 22h, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora. Como o compromisso dos goianos pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro foi antecipado a pedido da emissora de televisão que transmite a competição, o clube esmeraldino se viu obrigado a arrumar uma alternativa para cumprir sua segunda partida de perda de mando de campo, e a Princesa de Minas, um dos maiores redutos botafoguenses fora do Rio de Janeiro, surgiu como solução.

Nesta terça-feira, no treino de reconhecimento que fizeram na arena local, os jogadores do Goiás já puderam perceber um pouco do clima que vão encarar esta noite. Uma faixa da torcida Botachopp já estava colocada em uma das grades que cercam as arquibancadas do Mário Helênio. Mas nem todos os esmeraldinos se sentirão visitantes diante do Botafogo. O comandante goiano conhece bem o Estádio Municipal, sua casa durante a conquista da Série D do Campeonato Brasileiro de 2011, quando Ricardo Drubsky estava à frente do Tupi.

O agora treinador do Goiás voltou nesta terça à Juiz de Fora e ao Mário Helênio, onde recebeu visitas de colegas que fizeram parte da comissão técnica do Carijó em 2011, como o ainda preparador de goleiros do clube, Walker Campos; do então auxiliar técnico, Felipe Surian; e do analista de desempenho, Alex Nascif. O técnico esmeraldino não escondeu a emoção. "Quis chorar ali fora na porta quando vi a foto de nossa equipe campeã em 2011, e acabou que nunca mais voltei aqui depois do título. Volto aqui com muito prazer, rever as pessoas é especial, e é incrível como o futebol nos reserva essas emoções. Depois que passou, podemos constatar que deixamos mesmo amigos", disse.

Ciente de que a maioria da torcida será de botafoguenses nesta quarta, Drubsky prepara a cabeça de seus comandados para a situação, mas sabe que também terá o carinho da torcida local. O treinador fez até mesmo uma convocação para os torcedores rivais do adversário desta noite.

No que diz respeito ao time do Goiás, Drubsky afirmou que sue equipe ainda busca uma maneira de jogar seguindo seus conceitos. Para a partida desta quarta, o treinador busca se recuperar da derrota no último sábado por 2 a 0 para o Palmeiras fora de casa mexendo na equipe. O lateral-direito Vitor e o atacante Araújo nem viajaram para Juiz de Fora por opção técnica. Já o lateral-esquerdo Lima pertence ao Botafogo e não pode atuar. Eles serão substituídos por Thiago Mendes, Danilo e Mário Sérgio, respectivamente. Os goianos contam com a volta do meia Tiago Real, que pertence ao Porco e não jogou na última rodada por isso, no lugar de Erik.

 

Botafogo

O Botafogo deve entrar em campo com o mesmo time que venceu o Criciúma, por 6 a 0, no último sábado. O jogo deve ser especialmente importante para o meia juiz-forano Daniel. Ele marcou três dos seis gols alvinegros no último sábado e jogará pela primeira vez no Helenão nesta quarta-feira. Além de Daniel, o meio-de-campo deve ser mantido com Gabriel, Bolatti e Jorge Wagner.

O clube esperava ter o recém-contratado meia Carlos Alberto disponível para a partida, mas seu ex-clube, justamente o Goiás, não enviou a documentação que permitiria regularizar a inscrição do jogador. O meia Lodeiro se recupera de lesão e também deve desfalcar a equipe.

 

Esquema especial

Os ingressos para a partida estão à venda no Calçadão da Rua Halfeld e em seis lojas do grupo Bahamas (São Pedro, Jóquei Clube, São Vicente, Getúlio Vargas, Manoel Honório e Avenida Brasil, próximo à ponte da Rua Halfeld), além da bilheteria do Estádio Municipal, a partir das 9h, custando R$50 a inteira e R$25 a meia-entrada.

O acesso da torcida ao estádio será liberado a partir das 19h30. Os portões laterais e o principal serão utilizados, exclusivamente, pela torcida do Botafogo. Já o portão do Dom Orione será destinado aos torcedores do Goiás. As torcidas organizadas só poderão entrar com faixas e bandeiras entre 17h e 19h. A PM orienta a não levar para o estádio garrafas, objetos pontiagudos, rádios com pilhas grandes, artefatos pirotécnicos e qualquer tipo de material inflamável. Também não será permitido material combustível, como cartazes, papel picado e papel higiênico.

Os 30 ônibus extras que serão disponibilizados pela Settra sairão da avenida Itamar Franco, em frente ao Procon, a partir das 19h.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você está evitando contrair dívidas maiores em função da situação econômica do país?