Publicidade

16 de Janeiro de 2014 - 19:03

Carijó levou um gol no primeiro tempo, mas buscou a igualdade no segundo

Por Tribuna

Compartilhar
 

Atualizada às 21h28

O último teste do Tupi na preparação para o início da temporada 2014 acabou em igualdade. Nesta quinta-feira (16), o Carijó foi até Xerém, na Baixada Fluminense, e enfrentou o Duque de Caxias, que estreia neste sábado, contra o Nova Iguaçu, no Campeonato Carioca. Os juiz-foranos saíram atrás no marcador, gol do atacante Alan. Mas a equipe de Santa Terezinha reagiu e, com o atacante Núbio Flávio, empatou, dando números finais ao jogo-treino em 1 a 1. Agora as atenções de todos no clube de Juiz de Fora se voltam para a estreia no Campeonato Mineiro, no dia 26 de janeiro, contra o América-MG, às 19h30, no Independência, em Belo Horizonte.

A equipe juiz-forana começou o jogo com a formação testada no último coletivo antes da ida a Xerém, tendo Douglas Borges; Henrique, Helder, Fabrício Soares e Elivelton; Felipe Lima, Maguinho, Sidnei e Miguel; Núbio Flávio e Da Silva. Segundo o relato do diretor-executivo de futebol do Tupi, Alberto Simão, os carijós dominaram o primeiro tempo, desperdiçando boas chances de marcar. Mas, no fim da etapa inicial, em contra-ataque rápido, Alan abriu o placar para o Duque de Caxias, que foi para o intervalo em vantagem.

 

De pênalti 

Na volta para o segundo tempo, o Alvinegro passou a pressionar em busca do empate, que veio aos 30 minutos. Núbio Flávio recebeu pela esquerda, driblou o marcador, invadiu a área e foi derrubado. O próprio atacante bateu e converteu a penalidade. Logo depois, Gottardo fez muitas substituições, assim como o treinador adversário, César Diniz. O marcador se manteve no empate de 1 a 1 até o apito final no Estádio de Los Larios, casa do Itaguaí Futebol Clube, antigo Tigres do Brasil, e sede da pré-temporada do Duque de Caxias, que também irá mandar seus jogos no Carioca no local.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Governo federal deve refinanciar as dívidas dos clubes de futebol?