Publicidade

15 de Fevereiro de 2014 - 07:00

Por Wallace Mattos

Compartilhar
 

Buscando sua primeira vitória fora de casa no Campeonato Mineiro 2014 e embalado pelos 2 a 0 sobre o Atlético-MG, em Juiz de Fora, no último dia 8, o Tupi entra em campo neste sábado (15) no Sul de Minas. A partida contra a Caldense, às 17h, no Ronaldão, em Poços da Caldas, é um confronto direto na briga por posições na parte de cima da classificação do Estadual, com transmissão da Rádio Solar AM, na frequência 1010.

Para boa parte do elenco principal da Caldense, o embate com o Tupi será um reencontro com suas raízes. Nada menos do que quatro titulares, um reserva e mais o técnico Léo Condé têm fortes ligações com o Alvinegro de Santa Terezinha. Atuando desde o início pela Veterana estão o zagueiro Marcelinho, o volante Marcel e o meia Michel, todos revelados pelas categorias de base do Carijó, além do lateral-esquerdo Rafael Estevam, que acumula duas passagens pelo clube juiz-forano. No banco, o meia Felipe Canavan também já esteve do lado preto e branco do confronto deste sábado, e o treinador deu seus primeiros passos na carreira em Juiz de Fora. Depois, comandou por duas vezes os profissionais do clube local.

E não é só a Veterana que tem atletas vindos do adversário. Do lado carijó do embate também haverá um reencontro. O meia Fábio Tenório jogou pela Caldense em 2011 e 2012, além de ter sido comandado no Tupi por Condé, em 2010. O jogador também reencontrou a titularidade no Carijó há pouco tempo, sendo escalado logo de início somente na última partida. E comemora a situação: "Cheguei mais tarde, vim trabalhando e consegui a oportunidade. Fiz um bom jogo contra o Atlético e agora é dar sequência. Deixei amigos na Caldense, é um lugar bom de se trabalhar, e é bom voltar também. O Ronaldão é um campo pesado, desgasta bastante e temos que jogar com sabedoria", aconselha o atleta.

Com jogadores que se cruzaram em passagens pelas duas equipes, as provocações e brincadeiras aconteceram com frequência nas redes sociais na última semana. Tenório acredita que o clima é saudável antes do jogo e, na hora que a bola rolar, as amizades ficarão de lado. "Essa brincadeira antes e após o jogo tem que existir. Acirra o ambiente, faz uma atmosfera legal, e até para descontrair tem que ter essa provocação sadia. Fora de campo, a maioria se conhece e é amigo, já jogou junto. Mas quando entra nas quatro linhas é cada um defendendo o sustento de suas famílias."

Para o técnico do Tupi, Wilson Gottardo, o fato de os dois times terem essa proximidade pode pender para qualquer um dos lados. "É bom e é ruim. Ao mesmo tempo que conhecemos muitos atletas de lá, com informações de quem já trabalhou com eles aqui no Tupi, eles também conhecem muitos daqui, pois tem até jogadores que estavam no clube na última temporada (casos de Michel e Rafael Estevam). Então, quem souber usar mais esse conhecimento e modificar algo para surpreender o adversário vai levar vantagem. De nossa parte, vamos tentar trabalhar essas informações que colhemos e buscar variações para não sermos previsíveis", deseja o comandante carijó.

 

Equipe mantida

Para a partida contra a Caldense, Gottardo vai manter a equipe que atuou contra o Atlético. Assim, mesmo improvisado na esquerda, o lateral-direito Magnum permanece entre os titulares. A única mudança, forçada por contusão, aconteceu no banco de reservas, onde o técnico carijó não poderá contar com o experiente Ademilson, com o tendão do calcanhar do pé direito inflamado. O jogador deve parar pelas próximas duas semanas. O jovem Sérgio Portugal, cria da base do Tupi, foi regularizado para ser opção para o ataque.

O jogo com a Caldense inicia uma sequência de três partidas em oito dias para o clube local. Além do compromisso em Poços de Caldas, o Alvinegro de Santa Terezinha encara o Villa Nova no dia 19 de fevereiro, e o Nacional, no dia 22, ambos no Estádio Municipal.

 

Caldense x Tupi

Ronaldão - 17h

Árbitro: Cleisson Veloso Pereira

Caldense: Gilberto; Andrezinho, Marcelinho, Plínio e Rafael Estevam; Maxsuel, Marcel, Diney, Ewerton Maradona e Michel; Luiz Eduardo Técnico: Léo Condé

Tupi: Jordan, Henrique, Helder, Fabrício Soares e Magnum; Felipe Lima, Maguinho, Sidnei e Fábio Tenório; Núbio Flávio e Da Silva. Técnico: Wilson Gottardo

 

Galeria de Imagens

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você é a favor da proibição de rodeios em JF, conforme prevê projeto em tramitação na Câmara?