Publicidade

08 de Fevereiro de 2014 - 20:14

Gols de Da Silva e Núbio Flávio fizeram a vitória do Carijó na quarta rodada do Campeonato Mineiro

Por Wallace Mattos

Compartilhar
 
Festa do Carijó começou com gol de Da Silva
Festa do Carijó começou com gol de Da Silva

Se o time do Atlético-MG que veio a Juiz de Fora era alternativo, o Tupi não vacilou e fez o que se esperava dele na tarde deste sábado (8). Jogando no Estádio Municipal, a equipe de Juiz de Fora venceu o time de Belo Horizonte por 2 a 0, com gol dos atacantes Da Silva e Núbio Flávio, pela quarta rodada do Campeonato Mineiro. Com o resultado, o Carijó dorme empatado na liderança da competição com o Cruzeiro, ambos com 7 pontos. No próximo sábado, o time juiz-forano vai até Poços de Caldas enfrentar a Caldense, às 17h, pela quinta rodada do Estadual.

Com duas alterações com relação ao time derrotado pela URT na última quarta-feira, por 1 a 0, o Tupi iniciou o jogo de ontem tendo Magnum na lateral-esquerda no lugar de Eilvélton, e Fábio Tenório assumiu a armação do meio de campo na vaga de Miguel. Já a equipe alternativa do Atlético optou por um ataque experiente, com Leonardo e André. Dominando as ações iniciais, o Tupi assustou primeiro aos 5 minutos. Em cobrança de escanteio pela direita, o zagueiro Fabrício Soares se antecipou e desviou para o gol, mas o goleiro Lee estava bem colocado e encaixou a bola.

Tentando aliviar a pressão, o Atlético buscou ficar mais com a bola, mas o desentrosamento pesava, provocando erros de passes. As jogadas em velocidade com o lateral-direito Henrique pela direita e o atacante Núbio Flávio pela esquerda eram as principais armas do Tupi, enquanto o time da capital mineira apostava nas arrancadas do habilidoso e veloz meia Marion. E a primeira jogada de perigo atleticana veio em uma falta sobre ele. Depois da cobrança, a bola foi ajeitada para o meio da área e André tentou a bicicleta, mas não pegou em cheio, e Jordan caiu no canto direito para defender firme, aos 23 minutos.

Placar aberto

Quem abriu o placar foi o Tupi. Henrique, da intermediária, achou Da Silva no meio da área, e o atacante, de voleio, acertou o canto esquerdo do gol atleticano e marcou um golaço, colocando 1 a 0 para os donos da casa no marcador. Mantendo a pressão, o Alvinegro de Santa Terezinha segurava a bola, tocando em busca de oportunidades de penetrar na defesa do Atlético, que ficava todo em sua metade do campo.

Em desatenções da zaga carijó, os visitantes criaram duas chances, aos 35 e 37 minutos. Na primeira, Leonardo recebeu na área e girou, mas chutou alto. Na segunda, Marion pegou de primeira sobra de bola na área, e o chute passou perto do ângulo esquerdo de Jordan. O Atlético tentou se soltar no fim do primeiro tempo, mas não conseguiu mais oportunidades, assim o Tupi foi com a vantagem mínima para o intervalo.

Segundo gol do Tupi sai no fim

Na volta do intervalo, o Atlético ficou com a bola nos três primeiros minutos e criou uma grande chance. Marion recebeu, girou e escapou na esquerda da área e fez o toque para dentro, mas a bola passou de Leonardo que estava livre. Mas o Tupi respondeu prontamente, assustando em jogadas velozes sempre pela direita com Henrique e Da Silva, o que fez o ímpeto do time da capital diminuir por alguns instantes.

Dominando a posse de bola, o Atlético tentava surpreender a zaga do Tupi com lançamentos em profundidade. Após alguns sustos, o Carijó pareceu perdido e dando espaços para o adversário. Com o time de Juiz de Fora jogando para segurar o resultado, os atleticanos faziam pressão, mas pouco finalizavam.

Nos dez minutos finais, o Tupi se soltou um pouco, e, aos 40 minutos, Da Silva teve boa chance. Depois de receber na intermediária e girar, o atacante do Carijó invadiu a área e chutou, mas a bola saiu mascada e foi à direita do gol de Lee. Aos 43, foi a vez do Atlético ameaçar. Depois de cobrança de falta da direita, André tocou a bola com o joelho da entrada da pequena área, mas Jordan estava atento e pegou firme.

Mas aos 47 minutos, depois de contra-ataque rápido puxado por Núbio Flávio pela esquerda, Da Silva, pela direita, ia colocar na área, mas a bola foi cortada por Alex com o braço. Pênalti e expulsão do jogador do Atlético, que já tinha cartão amarelo. Núbio Flávio pegou a bola, chamou a responsabilidade e colocou no fundo da rede aos 48. O lance finalizou a partida e sacramentou a vitória do Tupi por 2 a 0 sobre o Atlético.

Galeria de Imagens

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o subsídio do Governo vai alavancar a aviação regional?