Publicidade

03 de Junho de 2014 - 07:00

No aniversário de Juiz de Fora, Galo Carijó garante o presente, a vitória e uma vaga no G4 do grupo B da Terceirona

Por Renato Salles

Compartilhar
 
Maradona marcou o gol da vitória aos 6 minutos do 1º tempo
Maradona marcou o gol da vitória aos 6 minutos do 1º tempo

No aniversário de Juiz de Fora, um de seus filhos mais ilustres foi o responsável pelo presente mais suado. Jogando no Estádio Municipal Radialista Mario Helênio, o Tupi voltou a vencer na Série C do Campeonato Brasileiro e bateu o Madureira por 1 a 0. O meia Ewerton Maradona comandou a festa e foi o dono do gol que garantiu ao Galo Carijó uma vaga entre os melhores do grupo B. Com 10 pontos ganhos em sete jogos, os juiz-foranos ocupam a terceira colocação (ou a quarta) e vão assistir à Copa do Mundo no conforto do G4.

O Tupi iniciou a partida querendo mostrar quem era o dono da festa. Já nos minutos iniciais, o Carijó deixou claro que partiria em busca da cereja do bolo: o gol. Com menos de dois minutos, os juiz-foranos já assustavam o goleiro George, em boa jogada de Maradona, que acionou o lateral Raphael Toledo pela esquerda. De primeira, o camisa 4 soltou um balaço da entrada da área, levando muito perigo ao gol do Tricolor Suburbano.

A pressão inicial resultou em um convite para que os 1.465 torcedores presentes participassem da festa logo aos seis minutos do primeiro tempo. Em boa trama do ataque carijó, a bola encontrou Maradona na quina esquerda da área adversária. Com um sem pulo, o camisa 10 acertou belo chute cruzado, no canto esquerdo de George, que, dessa vez, teve que buscar a bola no fundo das redes.

Com o 1 a 0 no placar, o Tupi passou a cadenciar o jogo. Agito mesmo, só voltou a acontecer aos 42, quando o Carijó tirou o Madureira para dançar. Chico tabelou com o lateral Raphael Toledo, foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro para Élder Santana desperdiçar na pequena área. Dois minutos depois, Élder entrou na zaga adversária como quem corta um bolo de chocolate, puxou para o meio e bateu rasteiro para defesa de George. Na sequência, Toledo cobrou o escanteio na cabeça do zagueiro Fabrício Soares. Mais uma vez, George apareceu de penetra.

Veio o segundo tempo e, logo aos 5, o Tupi desperdiçou mais uma boa chance com Élder, que chutou em cima de George. A pressão, entretanto, não se repetiu. Em jogo de muita pegada, as chances claras rarearam mesmo após Aislan, zagueiro do Madureira, ser convidado a sair, após o segundo amarelo, aos 36. A partir disso, o Tupi mostrou tranquilidade para segurar o resultado.

Das arquibancadas, um torcedor resumiu o triunfo: "Goleada de 1 a 0"! Goleada que dá ao Carijó tranquilidade para a pausa da Série C. Tanto que os jogadores ganharão folga até o dia 16, quando se reapresentam para a preparação para o duelo contra o São Caetano, no dia 19 de julho.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você concorda com a retirada das pinturas de Lucio Rodrigues dos pontos de ônibus?