Publicidade

18 de Março de 2014 - 20:00

Diretoria alvinegra negocia reforços; goleiro Rodrigo e zagueiro Paulo Roberto estão na mira

Por Wallace Mattos

Compartilhar
 
Goleiro Rodrigo, que disputa o Cariocão pelo Bonsucesso, é um dos alvos para assumir a camisa 1
Goleiro Rodrigo, que disputa o Cariocão pelo Bonsucesso, é um dos alvos para assumir a camisa 1

Ainda não há confirmação oficial, mas reforços para o elenco do Tupi para a disputa do restante da temporada 2014 começam a pintar nos bastidores de Santa Terezinha. Os primeiros a serem sondados para integrarem o grupo que irá disputar a sequência da Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro da Série C são velhos conhecidos do torcedor. Ídolo da torcida local, o goleiro Rodrigo, 24 anos, que disputa o Cariocão pelo Bonsucesso, é um dos alvos para assumir a camisa 1 do clube local. Outro atleta com passagem anterior por Juiz de Fora que está na mira da diretoria é o zagueiro Paulo Roberto, 26, que jogou o Mineiro pelo Villa Nova.

Rodrigo chegou ao Carijó em 2010, para a disputa da Série D. Permaneceu no clube no ano seguinte e foi campeão brasileiro da Quarta Divisão. Na temporada 2012 fez parte do elenco campeão mineiro do interior, mas rebaixado novamente da Série C para a D. Deixou o clube juiz-forano para atuar pelo Santo André em 2013 e de lá retornou ao futebol do Rio de Janeiro, seu estado de origem, para jogar o Carioca pelo Bonsucesso. Já Paulo Roberto, filho do famoso lateral do Atlético Paulo Roberto Prestes, atuou pelo Tupi no ano de 2011, se transferindo ainda neste ano para o Villa. Depois de uma passagem pelo Coimbra, de Portugal, em 2013, voltou a Nova Lima para jogar o Mineiro 2014.

Segundo o vice-presidente do Conselho Gestor do Tupi, Cloves Santos, embora ainda não haja nenhum nome confirmado, as primeiras caras novas devem pintar em Santa Terezinha já na próxima semana. "Fizemos as ponderações e acredito que haverá uma mudança substancial no elenco. Para a Série C precisamos de goleiro; laterais, um direito e um esquerdo; um zagueiro com experiência; um volante; e estamos tentando encontrar um meia e um atacante. Essas necessidades ficaram evidentes no Mineiro. A princípio, todo o grupo se reapresenta na próxima segunda-feira, e vamos fazer o certo com quem não pretendemos contar e negociar com quem vai ficar. A ideia é que os primeiros reforços cheguem durante a semana para trabalhar visando às disputas que teremos pela frente", explicou o cartola, lembrando que a maioria dos atletas tem contrato até dia 15 de abril, exceto os atacantes Wesley e Raphael Aguiar, com compromisso até maio, além do meia Sidnei e do atacante Da Silva, com contrato até o fim do ano. O centroavante Ademilson, operado na última quinta-feira do tendão de Aquiles do pé esquerdo, está vinculado ao Carijó até 2015.

 

Adiada

A reunião que definiria o futuro do técnico do Tupi, Paulo Campos, acabou adiada para esta quarta. O atual treinador do Carijó viajou para o Rio de Janeiro na noite do último domingo, logo após a eliminação do clube de Juiz de Fora do Campeonato Mineiro com a derrota para o Guarani por 2 a 1 no Estádio Municipal. Como o comandante alvinegro só conseguiria retornar à cidade na noite desta terça-feira (18), a diretoria resolveu remarcar o encontro que vai determinar se ele permanece ou não à frente da equipe.

O acordo entre Campos e a diretoria do Tupi terminou no último domingo, e tanto diretores como o treinador manifestaram interesse na continuidade do trabalho. Mas a questão financeira é entrave para o acerto. Segundo os dirigentes do Alvinegro de Santa Terezinha, o patamar salarial do atual técnico é alto para os padrões do clube.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você confia nas pesquisas eleitorais?