Publicidade

29 de Janeiro de 2014 - 22:00

Por Tribuna

Compartilhar
 
Central Victor Hugo foi o melhor em quadra
Central Victor Hugo foi o melhor em quadra

Mostrando que não vai se entregar fácil na luta contra o rebaixamento na Superliga Masculina de Vôlei, a equipe da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) fez história na noite desta quarta-feira (29). Jogando em Belo Horizonte, no ginásio do adversário, o time juiz-forano bateu pela primeira vez no torneio nacional uma das mais tradicionais equipes do vôlei brasileiro, o Vivo/Minas, por 3 sets a 2, com parciais de 21/16, 11/21, 21/17, 14/21 e 15/8. Ambos da UFJF, o ponteiro Japa foi o maior pontuador, e o central Victor Hugo, o destaque da partida, recebendo o troféu Viva Vôlei.

Para o técnico da UFJF, Carlos Augusto "Chiquita" Oliveira, apesar dos destaques individuais, a vitória foi construída por todo o time e será importante para a sequência da competição. "Entramos com uma situação diferente, um novo sistema. O Jardel (central que atuou como oposto) se aproveitou muito bem, nos ajudou, mas a vitória foi de todo o grupo, que soube se alimentar do plano tático. Surpreendemos o Minas, fizemos história, e isso nos dá moral para a sequência. Cada um dos seis jogos que restam será uma batalha, e esse resultado nos mostra que podemos enfrentar qualquer um", acredita o treinador.

Com o resultado, os locais empataram com o Volta Redonda na classificação da competição nacional, ambos com 10 pontos. Mas a Federal não tem tempo para muita comemoração de seu feito, pois terá, já neste sábado, um confronto direto na parte de baixo da tabela contra o décimo colocado, Funvic/Taubaté, às 18h, em casa, quando pode ultrapassar os paulistas em caso de uma vitória por 3 sets a 0.

 

Lá e cá

O jogo desta quarta-feira começou com os donos do ginásio à frente do marcador, fazendo 7 a 5 na primeira parada técnica. Mas a UFJF conseguiu a virada e fechou por 21 a 16. Disposto a dar o troco, o Minas começou a segunda parcial com mais intensidade e, sem dar chance aos juiz-foranos, empatou a partida com um 21 a 11. No terceiro set, a Federal reagiu e, sem vacilar, venceu por 21 a 17, colocando 2 a 1 no placar. A quarta parcial começou no mesmo embalo da anterior, com a UFJF fazendo 7 a 6 na primeira parada obrigatória. Mas desta vez o Minas reagiu e fechou em 21 a 14.

A Federal não se abalou e liderou o tie break desde o início, até fazer 15 a 8 e encerrar a partida com 3 sets a 2.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que o Rio vai conseguir controlar a violência até a Copa do Mundo?