JF. quinta-feira 25 mai 2017
OUÇA AGORA
Publicidade
19 de maio de 2017 - 06:00

Estratégia carijó para estreia em casa na Série C pode passar por mudança no meio de campo

Por Bruno Kaehler

Marcelo Ribeiro

 

A primeira partida do Tupi diante do torcedor pela Série C do Campeonato Brasileiro só acontece no sábado (20), mas se depender das projeções do técnico Aílton Ferraz e seus comandados, o público não deixará de presenciar uma equipe ofensiva em campo. No Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, às 16h, diante do Yprianga (RS), os jogadores do Galo pretendem colocar em ação um discurso fundamentado em transições rápidas.

Dentro destas pretensões, o volante Bonilha foi testado durante a semana, também em função da ausência do experiente Leandro Ferreira, com dores nos pés. Mais físico e de marcação adiantada em relação ao companheiro de posição, Bonilha ganhou força durante a semana como opção de início do confronto contra os gaúchos.

“O Ailton conversou comigo e disse que o Leandro está sentindo um pouco. Será uma possibilidade para eu iniciar esse jogo contra o Ypiranga. Disse também que está trabalhando para a equipe sair melhor com a posse de bola e com mais velocidade e que sou uma opção para esse jogo. Pediu que eu me preparasse bem para que ele pudesse contar comigo”, revelou Bonilha.

O jovem de 21 anos admitiu, ainda, possuir características que encaixam com o modelo de jogo proposto pelo técnico alvinegro. “Tenho o costume de ser o segundo volante, sair bastante para o jogo e ali estar ajudando tanto o Andrey, como o Pato, Marcinho e Thiago no ataque. ” Se for escolhido para integrar a equipe titular, o Carijó deve ter Paulo Henrique; Lucas, Marcão, Fernando e Bruno Santos; Marcel e Bonilha (Leandro Ferreira); Marcinho, Andrey e Matheus Pato; Thiago André.

Publicidade


*

Restam 500 digitos

 

Top