Publicidade

24 de Abril de 2014 - 06:00

Compartilhar
 

MAMM FECHADO

O Museu de Arte Murilo Mendes (Mamm) está com suas atividades suspensas, por tempo indeterminado, em razão do fechamento promovido pelo comando de greve do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação das Instituições Federais de Ensino no Município de Juiz de Fora (Sintufejuf).


CAFÉ COM CAUSOS

Em comemoração ao Dia do Ferroviário, com Fabrício Conde e Banda da 4ª Brigada de Infantaria Leve de Montanha. Hoje, às 14h, no Museu Ferroviário (Av. Brasil 2.001).


PALESTRA DE LOGOSOFIA

Com o tema "Para ser alguém", dia 26 de abril, às 19h30, no Ritz Plaza Hotel (Av. Rio Branco 2.000).


NOITE DE GALA E MOSTRA DE COREOGRAFIAS

Inscrições até 29 de abril, das 9h ao meio-dia e das 14h às 17h, na Funalfa (Parque Halfeld). Eventos ocorrem em maio, dentro da programação de aniversário de Juiz de Fora.


MOSTRA FOTOGRÁFICA

Inscrições abertas, até 9 de maio, para a mostra fotográfica "Conexão entre estações", promovida pelo Museu Ferroviário. As fotografias devem ter como tema uma das estações ferroviárias de Juiz de Fora. Inscrições e informações no Museu Ferroviário (Av. Brasil 2.001).


OFICINA TEMÁTICA

Voltada para crianças entre 7 e 10 anos, com o tema "Uma mensagem para você", dia 26 de abril, às 14h, no parque do Museu Mariano Procópio (Rua Mariano Procópio 1.100). Inscrições pelo telefone 3690-2027.5


MOSTRA DE ARTE

Do grupo Reticentes. Dias 26 e 27 de abril, das 13h às 18h, no Atelier Le Clochard (Av. Senhor dos Passos 2.923 - São Pedro).


PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO

Abertas, até 30 de abril, as inscrições de projetos para a 27ª edição do Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade, do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em reconhecimento às ações de preservação do patrimônio cultural brasileiro. Edital disponível no site www.iphan.gov.br.

Publicidade

Publicidade

Mais comentários

Ainda não é assinante?

Compartilhe

Publicidade

Encontre um tema na

Pesquisa

Edição impressa

Enquete

Você acha que a Justiça agiu corretamente ao permitir, por habeas-corpus, a soltura dos ativistas presos durante a Copa?