JF. quinta-feira 25 mai 2017
OUÇA AGORA
Publicidade
19 de maio de 2017 - 10:40

JF registra a menor temperatura máxima desde 2014

Onda de frio é resultado de áreas de instabilidade atmosférica que atuam em grande parte de Minas, incluindo a Zona da Mata; tempo permanecerá chuvoso
Por Eduardo Valente

Atualizada às 17h31

Marcelo Ribeiro
Até os juiz-foranos mais habituados com as baixas temperaturas se surpreenderam com o frio registrado nesta sexta-feira (19) durante todo o dia. De acordo com o 5º Distrito do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os termômetros não passaram dos 14,8 graus, a menor máxima desde 25 de junho de 2014 (ver quadro). A onda de frio trouxe outras consequências, como o céu nublado, chuvas finas e contínuas, rajadas de ventos de até 40 quilômetros por hora e sensação térmica de 5 graus à tarde, e uma insignificante amplitude térmica. Ou seja, ao longo da última sexta, a diferença entre as temperaturas mínima e máxima não passou de 1,6 grau. Algo parecido havia acontecido pela última vez em 22 de maio do ano passado, quando a oscilação foi de 1,9 grau.

A condição no tempo é resultado de uma frente fria em atuação na região Sudeste do país. Ela avança, desde o início da semana, a partir do Sul e chegou na Zona da Mata mineira na última quinta-feira (18). Por causa desta frente, que cria áreas de instabilidade atmosférica, as chuvas deverão permanecer pelo menos até o domingo (21). Em pontos isolados, conforme o Inmet, as precipitações podem ocorrer por vezes fortes, acompanhadas, inclusive, de trovoadas.

registros-históricos
O Inmet divulgou aviso meteorológico, no fim da tarde de sexta, alertando para esta possibilidade. Além da Zona da Mata, terão tempo frio e chuvoso os municípios das regiões Metropolitana, Campo das Vertentes, Triângulo e Oeste de Minas Gerais. Em Juiz de Fora, o Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (Cptec) prevê temperaturas entre 15 e 20 graus até a próxima segunda-feira (21).

Baixas temperaturas
Juiz de Fora não foi a única cidade com baixas temperaturas ao longo desta sexta-feira. Segundo o Inmet, municípios da região também registraram índices baixos. Em Barbacena, no Campo das Vertentes, os termômetros ficaram entre 13 e 16,2 graus, enquanto que, em Viçosa, a mínima foi de 15,9, com máxima de 18 graus.

 

Publicidade


5 comentários

  1. A. Coelho disse:

    A mitológica expressão “4 estações em um dia” é uma falácia (assim como a afirmação também mitológica da Av. Rio Branco ser a maior em linha reta da A. Latina). Em Juiz de Fora não há inverno de verdade. Inverno de verdade no Brasil só há na região sul, ou em algumas regiões serranas do sudeste.

  2. A. Coelho disse:

    As temperaturas oficials (do INMET) em Juiz de Fora são medidas em local incorreto, pois a estação de medição fica na UFJF, na Cidade Alta, o que induz a um erro de percepção. Como todos sabem a região citada tem temperaturas médias abaixo das demais regiões da cidade, o que faz com que as temperaturas oficiais não correspondam à realidade da maior parte das regiões de Juiz de Fora. A medição da temperatura ofícial (do INMET) jamais poderia ser feita na região mais fria da cidade (São Pedro).

  3. Lopes disse:

    Caro Celso M M o país no olho do furacão e você preocupado com o tempo e Festa Country.

  4. CelsoMM disse:

    O principal aspecto NEGATIVO de Juiz de Fora não é o trânsito, a violência ou o custo de vida, problemas que fustigam inúmeras cidades brasileiras. A PIOR coisa que temos aqui se chama CLIMA.Totalmente INSTÁVEL e IMPREVISÍVEL o ano inteiro, a ponto de termos o chavão das “4 estações num dia só”, ele é, via de regra, o balde de água fria a frustrar planos de muita gente. Perdi a conta das vezes em que tive de mudar de rota por causa de tempo. Isso é um saco. E logo no dia da festa country!!!!!

*

Restam 500 digitos

 

Top