JF. sexta-feira 24 mar 2017
OUÇA AGORA
Publicidade
16 de fevereiro de 2017 - 12:32

Jovem é alvejado por dois tiros nas costas no Progresso

Por Tribuna

Atualizada às 14h36

Mais uma tentativa de homicídio foi registrada pela Polícia Militar na Zona Leste de Juiz de Fora. O crime aconteceu no início da noite desta quarta-feira (15), no Bairro Progresso. Segundo informações da Polícia Militar, um morador de 20 anos estava perto de sua casa, na Rua Augusto Stoppa, conversando com amigos, quando foi surpreendido por ocupantes de uma motocicleta. Ele ainda correu para tentar escapar dos disparos, mas o carona desembarcou do veículo e atirou em sua direção.

Alvejado com dois tiros nas costas, o jovem foi socorrido por populares até o HPS. Ele apresentava intenso sangramento e foi encaminhado diretamente ao centro cirúrgico. De acordo com a assessoria da Secretaria de Saúde, ele permaneceu internado na sala de urgência, lúcido, orientado e estável.

Conforme a PM, os suspeitos da tentativa de assassinato são dois homens, de 20 e 26 anos, moradores do Santa Rita, na mesma região, e já conhecidos no meio policial. Militares fizeram rastreamento na região em busca dos criminosos, mas nenhum deles foi localizado. O caso seguiu para investigação na Polícia Civil.

Na tarde da última terça, um adolescente, 16, foi baleado com um tiro na cabeça no Santa Rita. Segundo a assessoria da Secretaria de Saúde, nesta quinta (16), o paciente permanece internado em estado grave na sala de urgência do HPS. O crime aconteceu na Rua Otávio Pereira Torres e teria sido praticado por dois suspeitos armados com pistola e revólver, que já teriam envolvimento em mais de 30 ocorrências, mas a polícia não apontou ligação entre os casos.

A região Leste tem sido cenário de uma série de crimes violentos desde a semana passada. Quatro homicídios foram registrados em seis dias, sendo que três dos assassinatos aconteceram em um intervalo de menos de 30 horas. No fim da noite de sábado, um homem, 35, foi morto com sete tiros na porta de uma lanchonete na Avenida Agilberto Costa, no Bairro São Benedito. Na madrugada do mesmo dia, outro homem, 36, foi assassinado na Rua Oscar Teodoro de Oliveira, no Santa Rita, quando voltava de uma chopada na companhia do filho, 21, que escapou ileso, e de outro jovem, 20, baleado no braço e na perna.

Na noite de sexta, um adolescente, 15, foi encontrado morto no corredor de acesso a uma residência, alvejado na cabeça e na região cervical, na esquina das ruas Araxá e Agilberto Costa. O suspeito, 18, é o mesmo que teria matado a vítima na porta da lanchonete. Ele não foi preso. No dia 6, um homem, 27, não resistiu a seis perfurações a bala na Rua Romeu Carmo Abreu, no Bairro Marumbi. Os casos são investigados pela Delegacia Especializada de Homicídios.

Publicidade


5 comentários

  1. Vesgo disse:

    Te garanto que a polícia é que menos tem culpa disso. As leis são fracas e põe esses caras na rua de novo. O bom que eles fazem a limpa entre eles. É vagabundo matando vagabundo. O que levou tiro já matou também. Progresso, santa rita, terra sem lei. Aí bandidafa, vão se matando, a sociedade agradece.

  2. Adriano disse:

    Estava demorando muito, não sei como a polícia não faz nada com esses jovens que ficam parados na Augusto Stoppa, parece até o pai da aviação, ficam brincando de aviãozinho ali o dia todo, têm um pessoal que já foi preso por homicídio e tudo mais, tá na hora da população dessa rua se revoltar!

  3. Anónimo disse:

    Cambada de vagabundos do bairro Progresso, esse sujeito que foi baleado é conhecido como bandido no Bairro faz tempo, isso vem de família, na minha opinião a polícia tinha que ter autoridade pra largar o aço nessa bandidagem sem pena.

  4. Tereza Costa disse:

    Fazendo uma reflexão profunda do porque os jovens se encolvem no trafico, vagabundagem, roubos, furtos e demais coisas erradas e facil identificar que a grande culpa são das leis que querem protegem demais os menores e na verdade desprotegem jogando-os na vagabundagem e no tráfico. O jovem menor não pode trabalhar, mas a escola não é tempo integral. Ou ficam nas ruas apresendo coisas que erradas, ou soltando pipa no ventilador e assistindo filmes ou em jogos violentos que destroem seu futuro.

  5. Júlio disse:

    É lamentável ver os jovens na criminalidade que vem aumentando. Poderiam estar estudando, trabalhando, fazendo algo útil para a sociedade. Mas infelizmente são mentes desocupadas.

*

Restam 500 digitos

 

Top