JF. quinta-feira 25 mai 2017
OUÇA AGORA
Publicidade
18 de maio de 2017 - 15:43

Júlio e Margarida defendem renúncia de Temer e ‘diretas já’

Parlamentares do PSB e PT consideram que presidente não tem legitimidade; Marcus Pestana prega respeito à Constituição
Por Renato Salles

montagem (1)

A bomba que explodiu em Brasília no início da noite desta quarta-feira (17) balançou mas não mudou o posicionamento das peças juiz-foranas no confuso tabuleiro político montado em Brasília, após denúncias e suspeitas de corrupção que atingiram em cheio grandes caciques como o presidente Michel Temer (PMDB) e os senadores mineiros Aécio Neves (PSDB) e Zezé Perrela (PMDB). Os três deputados federais detentores de mandato e domicílio eleitoral na cidade já se manifestaram publicamente, e o que se percebe são discursos distintos, porém coerentes com as opiniões emitidas pelos parlamentares nos últimos meses.

Críticos das reformas trabalhista e previdenciária proposta pelo Governo Temer, Júlio Delgado (PSB) e Margarida Salomão (PT) se manifestaram publicamente pela renúncia do presidente e a realização de eleições direta. Na outra esfera, favorável às propostas governistas, principalmente por conta do viés econômico, Marcus Pestana (PSDB) defende que, diante de toda a crise política, a âncora deve ser a Constituição, que, em caso de afastamento de Temer, prevê a realização de pleito indireto.

Desde ontem, após as primeiras notícias contra Temer publicada pelo jornal “O Globo”, Margarida e Júlio já defendiam a renúncia de Temer e a realização de um novo pleito. “Há evidências materiais de que receberam propina”, afirmou a petista ainda em plenário, considerando como frágeis a alegações contra os ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff, ambos do PT, no âmbito da Operação Lava Jato.

“Estamos vivendo uma circunstância diferenciada: delação com provas. Antes eram só “disse me disse”. Agora são gravações muito graves. A situação da República é lamentável. Não há outra alternativa que não seja repactuar com a sociedade. Isto passa pelo voto. Renúncia, Temer! Você não tem mais nenhuma condição, nem de como impostor, de prosseguir neste lugar que ocupa indignamente. Renúncia! É um ato de patriotismo. Da nossa parte vamos trabalhar para ter diretas já”, reforçou a deputada em publicação feita pelo Facebook na manhã de hoje. A petista ainda fez postagens convocando juiz-foranos para um ato contra Temer que está sendo convocado para esta tarde de quinta-feira, às, 17h, no Parque Halfeld.

O Facebook também foi utilizado por Júlio Delgado. Ainda na noite de quarta, o deputado gravou um vídeo ao vivo em frente à Câmara dos Deputados onde já defendia a realização de eleições diretas e a saída de Temer. “Acabamos de sair de uma reunião com deputados de vários partidos que estão pedindo o afastamento imediato do presidente e sua renúncia para que nós tenhamos lisura e clareza nas investigações de tudo que está acontecendo. Uma vergonha um presidente querer impedir a Justiça.” Nesta quinta, voltou às redes sociais para reforçar o pleito. “É hora de convocar eleições diretas. Temer não tem mais condições de governar o país, e o Congresso Nacional não tem respaldo e confiança da sociedade para representar os interesses dos cidadãos. Por isso, as eleições diretas são mais do que necessárias, elas são cruciais para o bem do nosso país. Vou trabalhar muito para isso, pois sei que esta é a vontade daqueles que me elegeram”, afirmou.

Já Marcus Pestana preferiu o Twitter, em que se manifestou publicamente sobre o assunto nesta quinta-feira. “Vivemos a maior crise da história. Os últimos acontecimentos colocam gravemente em xeque os principais partidos – PSDB, PMDB, PT. A âncora é a Constituição”, considerou o tucano. Pestana afirmou ainda que, neste momento, o interesse público e nacional, a ética e a legalidade democrática deve ser a referência para a próximas movimentações políticas. Sem fazer referências ao senador Aécio Neves, aliado político e jogado no centro do furacão, o deputado classificou o atual momento como “extremamente triste”. “Em 41 anos de militância e 35 anos da minha primeira eleição, nunca vivi tamanha crise. Temos que zerar o jogo. Reinventar a democracia, a República, a Federação. A crise contaminou todo o sistema partidário. Mas o Brasil tem pressa”, avaliou, mostrando preocupação de que o atual cenário possa comprometer ainda mais as dificuldades financeiras enfrentadas pelo país.

Publicidade


15 comentários

  1. Renato disse:

    Se depender dois Juiz de Fora … Não do fundo do poço nos próximos 500 anos …. Brasil já era…
    Fora oportunistas …. Sangue sugas da nação $$$$

  2. CFB disse:

    Júlio, vc apoiou Lula e PT em seu governos. Recebeu propina da OAS. Qual é sua indignação com Temer? Ele não lhe ofereceu uma boquinha? Está magoado por ter sido derrotado por Cunha? Não seja hipócrita! O Brasil quer Temer fora, assim como todos os corruptos, vc incluído. Nossa Constituição é clara. Deve haver eleições indiretas! Não permitiremos que Lula fuja para o Palácio do Planalto! Obs.: Procure emprego. Em 2018, vc não terá votos em JF!

  3. FERNANDA RAMOS disse:

    O JULIO NAO ESTA ENVOLVIDO? E A SRA AINDA NAO DESISTIU: VAI COMPRAR UM SITIO PRA CUIDAR DE MARGARIDAS E SAMAMBAIAS. CURTE A SUA VIDA. VAI VIVER, LARGA A POLITICA.

  4. Marcio disse:

    Antes de dar estas opiniões deveriam ler a constituição, ou querem novamente rasgar a constituição co o PT gostaria. PT até tem desculpa, não assinaram a promulgação da constituição mesmo.

  5. paulo freitas disse:

    Muito boa as opiniões por aqui. A Margarida não era nem pra estar lá, entrou na vaga de um deputado que se afastou do congresso. é suplente, não foi eleita pelo voto só ai já foi armação. O Julio acobertou o Deputado Willis aquele maluco e outras coisas mais. O Pestana votou tudo contra o trabalhador, muito estranho esta atitude. Estamos muito mal de congresso. Não esqueçamos destes nas próximas eleições.

  6. Chicão disse:

    Só com intervenção militar o Brasil será salvo, fora isso viveremos uma nova Venezuela.

  7. julio cesar disse:

    Esses poíiticos são mesmo cara de pau, um já foi citado na Lava-jato, o outro pertence ao partido que mais roubou desse país , e ainda na reportagem coloca o nome do encantador de burros como inocente, vocês deveriam ter é vergonha na cara e ficar quietos, porque são todos farinha do mesmo saco.

  8. José Luiz Britto Bastos disse:

    Dois desequilibrados. Essa é a representação de Juiz de Fora!

  9. magno disse:

    Além de desqualificados pra opnar . Mostram ignorância e desonhecimento da constituição ,que não permite novas eleições neste momento.

  10. Cris disse:

    DOIS INÚTEIS FICHA SUJA.CITADOS EM VÁRIOS PROCESSOS,QUE MORAL TEM PRA FALAR DE ALGUÉM.CHEGA DE PILANTRAS,QUEREMOS OS MILITARES NO PODER URGENTE.SE PASSAR TODOS NA PENEIRA NÃO SOBRA UM.É O SUJO FALANDO DO MAL LAVADO,É O PORCO FALANDO DO TOICINHO.

  11. alex disse:

    INTERVENÇAO MILITAR JA !!!

    ESTAMOS CANSADOS DE SER PASSADOS PRA TRAS !!!

    e outra coisa lugar de ladrao e na cadeia, e q paguem cadeia,!!!

  12. felipe disse:

    lembra dos pulinhos da margarida no dia q tentaram nomear lula ministro…quem é ela pra falar alguma coisa…fala serio…

  13. Jorge Pessoa disse:

    Guardando as devidas proporções roubo é roubo não importa o valor. Mas convenhamos, o volume de dinheiro roubado de obras públicas durante o governo do PT é colossal é inigualável uma vergonha. Peço a Deus que a pena para esses criminosos, seja proporcional a dor causada as famílias Brasileiras, nas filas de hospitais, nas filas para matricular filhos em escola pública, dificuldade para conseguir emprego e na violência das ruas e dificuldade de transporte público de qualidade !!

  14. Júlia disse:

    Só vão trocar os ratos.A pouca vergonha vai continuar a mesma.Deste jeito é melhor uma intervenção militar.Nossa liberdade de expressão é a coisa mais falsa do mundo.Temos liberdade para escrever kkkkkkkkkk em tudo mas estamos morrendo nos hospitais.Continuar com o mesmo sistema é só trocar de ratos.Guardem isto.

  15. emerson disse:

    Até parece…
    É, pode ser…

*

Restam 500 digitos

 

Top