JF. domingo 30 abr 2017
OUÇA AGORA
Publicidade
20 de março de 2017 - 09:25

Após manifestação, metalúrgicos liberam entrada da ArcelorMittal

Ao fim da reunião entre empresa e sindicato, ficou acordada que a proposta da empresa será votada em assembleia a ser realizada nesta quarta-feira
Por Tribuna

Atualizado às 16h45

Os manifestantes que impediam a entrada de funcionários da siderúrgica ArcelorMital, na BR-040, desde às 6h desta segunda-feira (20), encerraram o protesto. A decisão foi tomada após o gerente de Recursos Humanos e integrante da direção da ArcelorMittal, Ricardo Schmidt, chamar o presidente do sindicato da categoria, João Cesar da Silva, para uma reunião.

Os trabalhadores cobram o reajuste salarial que, segundo a assessora do Sindicato dos Metalúrgicos, Mônica Cury, deveria ter sido dado em outubro, data-base da categoria. De acordo com ela, não houve acordo na reunião realizada, na última sexta-feira (18), com os diretores da empresa.

Os metalúrgicos reivindicam 9,15% de reajuste, retroativo a outubro. A empresa, no entanto, propõe este índice a partir de julho, sem retroativo. “Sem chances de ter acordo”, afirmou o presidente do sindicato, João Cesar da Silva, que também participou da manifestação. Ao fim da reunião, ficou acordada que a proposta da empresa será votada em assembleia a ser realizada nesta quarta-feira, em três turnos, na porta da empresa

Em contato com a Tribuna, Ricardo Schmidt afirmou que a siderúrgica foi surpreendida com a paralisação, na manhã de hoje, uma vez que “a negociação ainda está em curso”. O diretor da ArcelorMittal disse ainda que conversou com o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos e solicitou a ele que a proposta da empresa fosse apresentada em assembleia aos trabalhadores. Schmidt ratificou que a “empresa está aberta à negociação com seus funcionários”.

De acordo com a Polícia Rodovia Federal, a manifestação não impactou o fluxo da BR-040.

Laís Possani

 

Publicidade


14 comentários

  1. Júlio disse:

    Espero que na sua pós graduação tenha aulas de português Leonardo, porque o seu está lamentável! (Tanto quanto os argumentos)

  2. Leonardo disse:

    JUNIOR eu mamar? Possuo ensino superior (ufjf) na área e já estou concluindo a pós, consegui o emprego por mérito meu e também mantenho, comecei no chão da fábrica só que a diferença é que continuei estudando fui promovido 2 vezes. Trabalho la na linha de frente juntamente com aqueles que você citou, concerteza vc é só mais um vinculado aquela cambada de desocupado. Somando a experiência + a qualificação quem sabe um dia nos tornamos analista e pegamos o ADM no lago?? Ésse é o plano. ;)

  3. Junior disse:

    Definitivamente você não é funcionário dá Arcelor Leonardo…Falou que a grande maioria dos funcionários é aposentado, decerto está se referindo a analistas e outros peixes, pq no chão de fábrica quando falta 2/3 anos para aposentadoria todos que eu conheço foram demitidos após 25 ou + anos de empresa.
    9,17% não é aumento seu boçal, é só a inflação do mês dá data base.
    Corre lá no lago porque as 18hs o ADM sai, ainda dá pra você mamar de leve e ganha seu dia.

  4. Leonardo disse:

    E outra! Funcionário nenhum participou disso ai! Olhe a foto, somente os bardeneiros da CUT o lixo do PT. Ou então assista a reportagem do MGTV os funcionários descendo dos ônibus e passando direto. São tão ridículos que quando as equipes de reportagem chegaram deram entrevista, apareceram, e ai o protesto acabou.

  5. Leonardo disse:

    JAIR, não estou defendendo a empresa, mas cá entre nós, você já procurou saber quanto ganha um funcionário da Arcelor? já procurou saber os benefícios que ela oferece? qual empresa privada (brasileira) que tem todos os benefícios que hoje ela tem? procura saber isso ai. Benéficios que nem funcionários públicos tem, visto que grande parte dos empregados lá já estão aposentados e pergunta se querem lagar o osso?? 9,5% de aumento procura saber qual ramo trabalhista tem uma margem de aumento maior?

  6. Junior disse:

    Leonardo , vc trabalha lá? Ou é um lambe bolas ou retardado​. A empresa deve hoje 6 meses de reposição salarial, não é aumento, e vc se digna a defender esse abuso? De certo não sabe que tem áreas fazendo 12 horas a dias né? Deixa de ser otário, pq amanhã qdo ver o qto seu salário está defasado vai ser o primeiro a rodar, isso se não se machucar e for penalizado por isso antes.
    De tds idiotas dos comentários vc é o que da mais Vergonha.
    Já João Nabuco é um fake infeliz que não merece resposta.

  7. Jair disse:

    Quando vejo comentários como o do LEONARDO e do JOÃO fico triste com a realidade desta cidade onde por falta de emprego os trabalhadores são obrigados a lamber as migalhas atiradas ao chão pelos empresários do ramo metalúrgico. E olha que a mão de obra de nossa cidade é altamente qualificada e dedicada. Pena que alguns trabalhadores preferem ser humilhados e não se valorizam. Parabéns aos manifestantes que tiveram a coragem de se expor em busca dos direitos de alguns que mau se valorizam.

  8. Florisberto disse:

    Não é possível o que estou lendo nos comentários. Trabalhei nesta empresa miserável por quatro anos à uns três anos atrás e ela se declara em crise desde sempre para não negociar com os funcionários que são coagidos no interior dá fabrica a não cobrarem seus direitos. Certamente não tem funcionários dá empresa na manifestação pois não tem emprego nesta cidade e certamente quem estivesse lá seria sumariamente demitido. Vai chegar o dia em que esta empresa vai pagar pelas injustiças que comete.

  9. leandro gomes figueiredo silva disse:

    Tem vaga la? Vou levar meu currículo..

  10. Leonardo disse:

    Rodrigo, eu trabalho na empresa desde 2011 e ela sempre cumpriu com aquilo que foi proposto, essa porcaria de sindicato não resolve nada, a empresa é boa. como o João Nabuco disse ¨Quem não está satisfeito pede conta ou entra para o sindicato¨ te garanto que amanhã mesmo a vaga vai estar preenchida. Nesses tempos difíceis que estamos passando devemos élutar para não perder o emprego. Mas não atrapalhe a rendição daqueles que trabalharam a madrugada toda num calor infernal (apesar do clima frio).

  11. RODRIGO TEIXEIRA disse:

    E por esses e outros comentários que o país está como está, se as pessoas acham que não tem que reivindicar nada, por isso que daqui a pouco o trabalhador vai ter que trabalhar, até morrer sem receber a aposentadoria, porque o povo brasileiro e burro, o pessoal que estava lá, tenho certeza que a grande maioria estava satisfeita de ficar até mais tarde, para ter seus direitos garantidos, porque já fazem um monte de horas extras em prol da empresa.

  12. João Nabuco disse:

    Desde quando podem bloquear entrada de Empresa!
    Tem de multar essa cambada por poluir o ar!
    Quem quiser fazer greve que faça!
    Parar de passar a mão na cabeça de sindicalistas!
    Tropa de Choque nessa Gente que não respeita o direito de ir e vir!
    Quem passou a noite inteira trabalhando, precisava de rendição.
    Quem não tá satisfeito pede conta ou entra pro sindicato pelego!

  13. RODRIGO TEIXEIRA disse:

    Leonardo está falando besteira, não sabe a realidade da empresa, não tem funcionário ali, porque a empresa faz pressão para os funcionários não descerem, essa empresa está a vários anos enrolando os funcionários com achatamento salarial e funcionários fazendo o trabalho de duas, três pessoas que eles demitem e não contratam ninguém. E só olha o tempo de enrolação do reajuste, data base de outubro e até agora não foi efetivado o reajuste.

  14. Leonardo disse:

    Os trabalhadores se recusam a entrar na empresa?? O sindicato que bloqueou a passagem como mostra na própria foto. Apurem a informação corretamente antes de publicarem bobagens.

*

Restam 500 digitos

 

Top